Divulgação
Divulgação

'Voluntariado pega bem no currículo', diz professora

Empresas voltam seus olhos para jovens com consciência social

Carlos Lordelo, Estadão.edu

30 Novembro 2010 | 00h16

Em entrevista, a professora de gestão de pessoas da Escola de Administração da FGV Beatriz Maria Braga afirma que universitários que desenvolvem atividades voluntárias podem conseguir uma colocação profissional melhor.

 

Qual a importância de o universitário fazer trabalho voluntário?

 

Ele desenvolve habilidades que não necessariamente seriam aperfeiçoadas no estágio ou na aula. Alunos muito focados na empresa, em resultados, aprendem a olhar os problemas do ponto de vista dos outros. Essa sensibilidade ajuda a fazer análises mais completas.

 

Qual a participação das empresas nesse processo?

 

É cada vez mais comum as companhias perguntarem, em seleções de estágio e trainee, se os candidatos fazem algum tipo de atividade extracurricular. O estudante ganha pontos, pega bem no currículo.

 

Como o jovem pode começar?

 

A escola e os pais têm papéis importantes a cumprir, para a criança compreender a importância do trabalho voluntário desde cedo. Há uma conscientização maior de que não dá para esperar tudo do governo.

 

Veja também:

 

- Universitários trocam estágio por atividades voluntárias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.