Vestibular da Unicamp termina com 7,32% de abstenção

Na próxima semana os alunos realizarão as provas de aptidão, entre os dias 19 e 22 de janeiro

Tatiana Fávaro, de O Estado de S. Paulo,

14 de janeiro de 2009 | 19h11

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) encerrou as provas de Matemática e Inglês, últimos testes da segunda fase do vestibular 2009, nesta quarta-feira, 14, com índice de 7,32% de abstenção. Dos 16.885 candidatos que passaram para a segunda fase, 1.236 faltaram às provas e 15.649 estiveram presentes. O índice é menor (em porcentagem) do que a abstenção na segunda fase do vestibular 2008, quando 8,57% dos 14.428 candidatos aprovados deixaram de comparecer às provas desta etapa, ou seja, no ano passado a universidade registrou 1.237 ausências.    Veja também: Provas de Matemática e Inglês Provas de Física e Geografia  Provas de Química e História  Provas de Português e Biologia  Prova da Unicamp pedia mais tempo, dizem professores Confira correção pelo Objetivo Confira correção pelo Etapa Confira correção pelo Anglo Confira a correção pela Poli Agenda do vestibulando    "O número absoluto é praticamente igual, e não preocupa", observou o coordenador executivo da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), Leandro Tessler. As respostas esperadas pelas bancas corretoras começam a ser divulgadas nesta quinta-feira, 15.   Na próxima semana os alunos realizarão as provas de aptidão, obrigatórias para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música. Os exames serão realizados entre os dias 19 e 22 de janeiro em Campinas. Mais informações no site da Comvest.   A lista de aprovados em primeira chamada será divulgada dia 5 de fevereiro, ao meio-dia, no site da Comvest e no saguão do Ciclo Básico II da Unicamp em Campinas. A matrícula dos aprovados em primeira chamada acontece dia 10 de fevereiro nos respectivos campi. Os candidatos concorrem a 3.434 vagas em 66 cursos da universidade e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).   Lista de livros    "O número absoluto é praticamente igual, e não preocupa", observou o coordenador executivo da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), Leandro Tessler. O coordenador anunciou uma mudança para o próximo vestibular: três títulos da lista unificada de livros da Universidade de São Paulo (USP) e Unicamp deram lugar a três outras obras.  Saem "Poemas Completos", de Alberto Caeiro (heterônimo de Fernando Pessoa); "A rosa do povo", de Carlos Drummond de Andrade; e "Sagarana", de João Guimarães Rosa. No lugar destes títulos entram "Capitães da areia", de Jorge Amado; "O cortiço", de Aluísio Azevedo; e "Antologia poética", de Vinícius de Moraes, com base na segunda edição, aumentada.   "Essa é a segunda lista unificada que sai. A comissão formada por quatro professores, dois representantes de cada universidade, muda a lista a cada três anos. Isso para não viciar a leitura, para dar liberdade para formulação de novas questões", afirmou Tessler. "Foram incluídos livros muito importantes. Capitães de Areia é uma grande obra, a Antologia Poética, de Vinícius é um marco dentro da sociedade contemporânea brasileira. E O Cortiço é um clássico", disse o professor, que estará à frente da Comvest até abril deste ano. "Até lá podem surgir novas mudanças, o vestibular da Unicamp é um processo de eterna discussão. A gente sempre busca rever, melhorar."   Ampliada às 19h37

Tudo o que sabemos sobre:
vestibularunicampeducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.