JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Vestibular da Unicamp atinge recorde de inscritos

Proporção de candidatos da rede pública, porém, recuou em relação ao ano anterior; Medicina é a carreira mais concorrida

O Estado de S. Paulo

23 Setembro 2014 | 15h59

SÃO PAULO - O vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) atingiu recorde de inscritos na edição de 2015, com 77,1 mil candidatos. Houve recuo, porém, na proporção de cadastrados vindos de escola pública: de 27% para 26,6%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 23.

Em 2012, a proporção de concorrentes que cursou todo o ensino médio na rede pública no vestibular da universidade chegou a atingir 29,5%, com redução nos anos seguintes. Apesar da redução na proporção de candidatos de escola pública, cresceu o total de candidatos pretos, pardos e indígenas. No processo seletivo anterior, eram 17,4% e, neste ano, são 18,3%.

Com o aumento de 4,8% no total de inscritos em relação ao vestibular no ano passado, a concorrência nesta edição também subiu: de 21,3 para 23,3 candidatos por vaga. O curso de Medicina foi o mais disputado, com 203,8 concorrentes por cadeira. Na sequência da lista, estão Arquitetura e Urbanismo (115 c/v) e Engenharia Civil (54 c/v).

No total, a instituição oferece 3.320 vagas em 70 graduações. Os locais de prova da primeira fase serão divulgados pela Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) em 30 de outubro. A primeira etapa será feita em 23 de novembro e a segunda nos dias 11, 12 e 13 de janeiro.

A partir deste ano, o vestibular da Faculdade de Medicina e Enfermagem de São José do Rio Preto (Famerp) não faz parte do processo seletivo da Unicamp. A divulgação da primeira chamada do vestibular será em 2 de fevereiro e o início do ano letivo é previsto para 25 de fevereiro do ano que vem.

Mais conteúdo sobre:
unicamp vestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.