Veja site para prejudicados pelo gabarito invertido no Enem

Só pode pedir correção invertida quem errou no gabarito; problemas na prova amarela não serão resolvidos nesse site

Estadão.edu

12 Novembro 2010 | 21h35

O Inep divulgou na noite desta sexta-feira o site para quem foi prejudicado pelo cabeçalho invertido no cartão de resposta da prova do Enem.

 

Basta que o estudante informe seu CPF e a senha cadastrada no site do Inep no momento em que se cadastrou para o exame.

 

O MEC enfatizou que só precisa fazer requerimento quem preencheu questões de ciências humanas e ciências da natureza na ordem inversa do gabarito. Quem foi prejudicado pelos erros na prova amarela não deve usar o site para reclamar.

 

INVERSÃO

O problema ocorreu porque, no caderno de prova, os alunos tinham de responder, em primeiro lugar, as questões de Ciências Humanas, cujas questões vinham numeradas de 1 a 45. Depois, vinham as perguntas de Ciências da Natureza, entre os números 46 e 90. No cabeçalho do cartão-resposta, a ordem estava invertida. Na parte correspondente às questões de número 1 a 45, estava escrito Ciências da Natureza"no topo. E, em cima do espaço para marcar as respostas de 46 a 90, estava grafado Ciências Humanas.

 

O MEC confirmou ter tido conhecimento do erro apenas no decorrer da prova e disse que orientou todos os fiscais a explicarem o problema aos alunos.

 

Clique: http://sistemasenem2.inep.gov.br/correcaoprova/

Leia mais:

Veja gabarito do Enem

Haddad: "Fraude no Exame da Ordem impediu 2 edições do Enem"

Mais conteúdo sobre:
enem gabarito prova amarela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.