Veja os oito melhores rankings de MBA do mundo

Rankings do Financial Times são os únicos a registrar escolas brasileiras

Julio Meira, Especial para o Estadão.edu

24 Novembro 2009 | 00h06

O Estadão.edu levantou os oito mais conceituados ranking de MBA do mundo. Veja a lista:   1. The Aspen Institute Merece atenção dos que buscam conteúdos alternativos para seu MBA. É o único dos rankings de educação executiva que leva em consideração, explicitamente, o comprometimento das escolas e dos programas com conteúdos e conceitos da sustentabilidade e da responsabilidade social corporativa. O Aspen Institute tem, inclusive, além de um ranking, uma publicação especialmente interessada em debater o quanto –e como– as questões atuais de governança e boas práticas empresariais estão penetrando o mundo da educação para os negócios.    Pesquisa bienal e ranking alternativo de escolas de negócios  MBA sustentável, guia das escolas de negócios que estão fazendo a diferença   2. Business Week É um dos mais tradicionais e está dividido em várias listas diferentes. Há um ranking para Mbas em período integral, um outro para MBAs em meio período e um terceiro para MBAs Executivos. A revista americana tem ainda um quarto ranking, para escolas de negócios, com múltiplas subdivisões. Os rankings da Business Week são conhecidos por considerar a opinião de estudantes e de professores sobre os cursos avaliados. Também levam em conta sondagens com recrutadores, nas empresas.    Melhores programas de MBA executivos  Melhores programas de MBA em meio período  Melhores escolas americanas de negócios de 2008  Melhores escolas internacionais de negócios de 2008   3. The economist O ranking da tradicional publicação inglesa é o ''Which MBA?'', que está na sua 8ª edição. É um ranking plenamente internacional e avalia apenas as escolas que oferecem programas em período integral. Nenhuma instituição brasileira aparece na última edição deste ranking, que acaba de ser publicado, com 110 escolas, e registra bons programas na Índia, na África do Sul e nas Filipinas.    Melhores MBAs em período integral de 2009   4. Financial Times Para muitos, o melhor. É o único a registrar escolas brasileiras. A boa fama vem do fato de que muitos especialistas consideram que a sua metodologia de avaliação é a mais completa e diversificada, levando em consideração não apenas as vantagens financeiras de um MBA nesta ou naquela escola, mas, sobretudo, uma série bastante sofisticada de variáveis propriamente educacionais, como o nível de formação dos alunos presentes nos cursos, seu desempenho escolar e a reputação das escolas entre os professores de outras escolas. No total, o Financial Times organiza anualmente oito diferentes rankings para ''business education'', sendo dois para MBAs: o Global Mba e o Executive MBA.  Ranking de escolas de negócios  Vejas as seis escolas brasileiras nos ranking do FT   5. Forbes Exclusivamente americano, o ranking da revista é bienal e está na sua 4ª edição. É um ranking estritamente baseado na idéia de compensação financeira e retorno de investimento. Cerca de 6 mil ex-alunos, formados há no mínimo cinco anos, informam à Forbes o quanto ganharam desde a conclusão de seus cursos. O ranqueamento dos programas é feito numa conta que envolve o incremento salarial dos formados, os gastos assumidos por eles com o curso e uma estimativa de quanto dinheiro deixaram de ganhar enquanto estudavam (o chamado ''custo de oportunidade'').    Melhores escolas de negócios   6. Us News and World Report Outra importante publicação americana mantém o seu ranking, bastante respeitado. Com metodologia sofisticada, o ranking da US News analisa todos os programas de MBA reconhecidos internacionalmente pela AACSB International, mas elimina, de saída, as escolas que não cumprem critérios de exigência mínima em relação às informações que a revista pede. A edição de 2009 partiu de um universo de 426 escolas e classificou 118. No site da revista há ótimas informações sobre a construção das análises, além de uma lista com pontuações obtidas.    Melhores escolas de negócios   7. The Wall Street Journal Muito considerado por especialistas, o ranking do Wall Street Journal é feito com base em cálculos complexos, combinando retorno de investimento e opiniões comunitárias. O jornal faz pesquisa de ganhos profissionais e salariais com ex-alunos de MBA e vai anotando, assim, em quais escolas estudaram as pessoas que ganham melhor, depois de concluir o curso. Seus rankings também são diversos: há listas para MBAs Executivos e MBAs Acelerados.    Educação para executivos   8. Webometrics Site cuja especialidade é a construção de rankings de escolas, não apenas de MBAs, nem apenas de escolas de negócios. O ''Webometrics ranking of world universities'' foi criado em 2004 e, com estatísticas de páginas, linkagens, postagens, artigos e acessos, mede a força das universidade na web. O palavra ''webometrics'' refere-se originalmente à ciência da estatísica aplicada à rede.    Ranking mundial de universidades  

Mais conteúdo sobre:
pontoedu MBA ranking

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.