Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

USP tem oito cursos de graduação entre os 50 melhores do mundo

Levantamento da Quacquarelli Symonds avalia 1.127 universidades, de 74 países, em 46 áreas de conhecimento

O Estado de S. Paulo

08 Março 2017 | 01h39

A Universidade de São Paulo (USP) tem oito cursos de graduação entre os 50 melhores do mundo, segundo ranking divulgado nessa terça-feira, 7, pela consultoria britânica especializada em ensino superior QS (Quacquarelli Symonds). O levantamento avalia 1.127 universidades, de 74 países, em 46 áreas de conhecimento. Para fazer a medição, são usados fatores como número de citações científicas, impacto acadêmico, além da reputação entre as universidades e os empregadores. 

As áreas da USP com maior destaque são Odontologia (18.º), Engenharia de Minerais e Mineração (25.º), Esportes (31.º), Arquitetura (35.º), Agricultura e Ciências Florestais (35.º), Veterinária (38.º), Antropologia (42.º), Artes & Design (42.º). Ela tem dois cursos a mais no top 50 do que na edição anterior do ranking.

Outras instituições brasileiras aparecem na lista. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficou em 27.º em Odontologia e 43.º no curso de Agricultura e Ciências Florestais. A Universidade Estadual Paulista (Unesp) ficou em 33.º em Odontologia e 47.º lugar em Veterinária. As federais de Minas Gerais (UFMG) e do Rio de Janeiro (UFRJ) ficaram com o 45.º lugar em Esportes e 49.º em Antropologia, respectivamente. 

O Brasil é o campeão da América Latina. Tem 27 universidades, que aparecem 246 vezes nas tabelas dos cursos. O total é mais do que o dobro do Chile, que tem 98 colocações e 12 instituições. A Universidade de Harvard é a líder mundial, com quinze cursos em primeiro lugar. Está à frente do Massachussets Institute of Technology (MIT), agora na segunda colocação. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.