USP promete aderir ao Enade em breve

Segundo pró-reitora, MEC já fez mudanças pedidas pela universidade

11 Setembro 2009 | 14h57

Embora tenha declarado ontem que a universidade decidiu, mais uma vez, não participar neste ano da avaliação externa realizada pelo Ministério da Educação por meio do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), a pró-reitora de graduação, Selma Garrido Pimenta, diz que a Universidade de São Paulo está participando das discussões sobre ajustes no processo e que deve aderir em breve.   "Entendemos que a avaliação externa federal é importante", diz. "A USP vai participar. Diria até que já está participando." Segundo a pró-reitora, o MEC já fez mudanças pedidas pela USP, como passar a realizar o Enade de forma censitária (não por amostragem) e considerar os títulos e o regime de dedicação exclusiva do corpo docente. "O nó que resta é diagnosticar e não levar em conta cursos em que os estudantes fazem boicote."

Mais conteúdo sobre:
pontoedu USP Enade

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.