Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

USP não preenche 10% de suas vagas no Sisu

Em 11 cursos, não houve nenhum candidato aprovado; Notas minimas entre 650 e 700 impediu que vagas fossem preenchidas

O Estado de S. Paulo

18 Janeiro 2016 | 20h52

SÃO PAULO - No primeiro ano em que a Universidade de São Paulo (USP) usou as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para escolher alunos, onze cursos da instituição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ficaram sem alunos selecionados. Das 1.489 vagas da USP disponíveis no Sisu, 154 não foram preenchidas - o que representa 10%.

Das 140 opções de cursos da USP no Sisu (que conta turnos diferentes do mesmo curso), 18 não tiveram todas as vagas disponíveis preenchidas. No caso dos onze cursos sem nenhum aprovado, as carreiras exigiam nota mínima entre 650 e 700 - níveis considerados altos, conforme apontou reportagem publicada pelo Estado no dia 8 de janeiro.

Outra reportagem do portal do Estadão, do dia 14, mostrou que, a um dia do fechamento do período de inscrições, eram 20 cursos sem nota de corte. Havia mais vagas do que candidatos aptos a se classificar nesses cursos.

Cursos sem nenhum selecionado:

 

Curso

TurnoCampusVagas
ABI - QUÍMICAIntegralCAMPUS DE RIBEIRÃO PRETO6
ADMINISTRAÇÃONoturnoCAMPUS DE RIBEIRÃO PRETO5
ADMINISTRAÇÃOMatutinoCAMPUS DE RIBEIRÃO PRETO6
CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DA DOCUMENTAÇÃO E BIBLIOTECONOMIANoturnoCAMPUS DE RIBEIRÃO PRETO8
ENGENHARIA AGRONÔMICAIntegralCAMPUS DE PIRACICABA40
ENGENHARIA DE ALIMENTOSNoturnoPIRASSUNUNGA10
ENGENHARIA FLORESTALIntegralCAMPUS DE PIRACICABA8
GESTÃO AMBIENTALNoturnoCAMPUS DE PIRACICABA8
MEDICINA VETERINÁRIAIntegralPIRASSUNUNGA12
QUÍMICANoturnoRIBEIRÃO PRETO5
ZOOTECNIAIntegralPIRASSUNUNGA8

 

Cursos que não preencheram todas as vagas:

 

CursoTurnoCampusVagasSelecionados
CIÊNCIAS DA NATUREZAMatutinoCAMPUS USP LESTE1815
CIÊNCIAS DA NATUREZANoturnoCAMPUS USP LESTE1814
ODONTOLOGIAIntegralRIBEIRÃO PRETO85
ENGENHARIA DE BIOSSISTEMASIntegralPIRASSUNUNGA123
FARMÁCIA E BIOQUÍMICAIntegralRIBEIRÃO PRETO52
ENGENHARIA DE ALIMENTOSMatutinoPIRASSUNUNGA101
MEDICINA VETERINÁRIAIntegralPROF. DR. ORLANDO MARQUES81

 

A USP informou que cada unidade definiu seus critérios de notas mínimas para as áreas que compõem a prova do Enem. As vagas remanescentes serão preenchidas pela Fuvest, segundo a reitorida da universidade estadual.  Desde o dia 7 o Estado questiona a universidade sobre os critérios que levaram a escolha das notas mínimas e solicitou entrevista com representante da pró-reitoria de Graduação. Até às 20h40 de segunda-feira, 18, não havia possibilidade de falar com responsável.

A USP decidiu adotar o Enem no ano passado como forma de seleção para parte de suas vagas, reservando em alguns casos porcentuais para ex-alunos de escolas públicas e para candidatos pretos, pardos e indígenas. Das 18 opções de cursos com sobras de vagas, 14 eram de vagas voltadas exclusivamente para ações afirmativas.

Sisu. Cerca de 24% dos cursos cadastrados no Sisu tiveram nota de corte igual ou superior à média de 700 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O porcentual significa 1.539 cursos.

Os dados são do Ministério da Educação (MEC). Esses cursos somam 55 mil vagas. De acordo com o MEC, 82% dos cursos, que reúnem 186 mil vagas, registraram nota de corte igual ou maior que 600 pontos. 

O MEC divulgou hoje a lista de aprovados do Sisu. Fazem parte do sistema cursos que adotam a nota do Enem como forma exclusiva de seleção de alunos. A matrícula deve ser feita nos dias 22, 25 e 26 de janeiro.

Mais conteúdo sobre:
USPEnemSisu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.