USP matricula mais alunos da escola pública em 2015

Proporção chegou a 35,1% dos aprovados; meta da pró-reitoria de Graduação, entretanto, era de 38%;

Paulo Saldaña e Victor Vieira, O Estado de S. Paulo

22 Abril 2015 | 16h22

SÃO PAULO - O porcentual de novos alunos de escola públicas na Universidade de São Paulo (USP) cresceu em 2015. Do total de matriculados neste ano, 35,1% vieram de escola pública - no ano anterior, esse porcentual havia ficado em 32,3%. A estimativa da Pró-Reitoria de Graduação era matricular 38% de estudantes da rede.

Dos 10.955 matriculados neste ano, 3.847 vieram de rede pública. A USP adota um sistema de bonificação para aumentar a inclusão de ingressantes. A rede pública responde por 85% das matrículas do ensino médio. 

Entre os alunos de escola pública, o porcentual de pretos, pardos e indígenas passou de 30,3% para 32,1%. São 2.058 alunos, que representam 18,8% do total.

O perfil socioeconômico dos alunos também tem apresentado mudanças. Mais de 19% dos matriculados declararam ter renda familiar de 3 a 5 salários mínimos. Em 2008, esse porcentual era de 15,7%.O porcentual de novos alunos de escola públicas na Universidade de São Paulo (USP) cresceu em 2015. 

Do total de matriculados neste ano, 35,1% vieram de escola pública - no ano anterior, esse porcentual havia ficado em 32,3%.

Mais conteúdo sobre:
fuvestuspvestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.