USP lança site para comemorar 80 anos e mapeará ex-alunos

Web terá todos os dados sobre a festa dos 80 anos; dos 17 mil doutores já formados, metade continua na instituição

Fabiana Cambricoli, O Estado de S. Paulo

01 Agosto 2014 | 21h41

SÃO PAULO - A Universidade de São Paulo (USP) lançou nesta semana um site em comemoração aos 80 anos, celebrados em 2014. A página servirá para divulgar todo o calendário de eventos realizados pelo aniversário da instituição, além de apresentar iniciativas e projetos criados especialmente para o período de celebração, iniciado em 25 de janeiro deste ano - a festa se estenderá até a mesma data do ano que vem. Entre os projetos que estão em andamento e terão os resultados divulgados na página está um mapeamento dos ex-alunos da universidade.

“O centro de informática da USP está usando a plataforma Lattes para saber onde estão os doutores formados pela universidade. Em toda a história da USP, 17 mil pessoas fizeram doutorado aqui”, conta o professor emérito José Goldemberg, ex-reitor da USP e coordenador da comissão dos 80 anos.

Ele conta que as análises preliminares desse mapeamento já mostram que cerca de metade desses doutores permanece dentro da USP, como docentes e pesquisadores. “Queremos saber onde está a outra metade. Provavelmente a maioria está espalhada pelas universidades federais do País”, diz Goldemberg.

O destino dos cerca de 300 mil graduados na universidade também será pesquisado. “Começamos pelos doutores porque é mais fácil rastreá-los, mas também pretendemos fazer isso com os graduados. Com eles, porém, é mais difícil, por causa do alto número de alunos e pelo fato de muitos não estarem no meio acadêmico”, afirma ele.

Para tentar facilitar a busca e poder mapear os ex-estudantes, a USP vai pedir para associações de classe mais detalhes sobre o perfil dos profissionais associados. De acordo com Goldemberg, os resultados finais do mapeamento serão apresentados em janeiro de 2015, quando termina o período de celebração.

Legado. De acordo com o ex-reitor, outro objetivo do site é mostrar para o público a colaboração da universidade ao longo dos 80 anos nos avanços da ciência e na elaboração de políticas públicas. “Pedimos para todos os diretores das 52 unidades da universidade para escreverem um relato de no máximo dez páginas sobre as realizações daquela unidade ao longo da história”, afirma o ex-reitor. “A ideia era fazer um balanço de todas as colaborações da universidade na área das pesquisas científicas e das políticas públicas.”

As respostas serão transformadas em um livro, que deverá ser oferecido no site dos 80 anos da USP. A página pode ser acessada por meio do endereço sites.usp.br/80anos. No site, também estão sendo publicados detalhes da história da instituição, com documentos, fotos e vídeos.

Mais conteúdo sobre:
USP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.