University College London experimenta aperto de mão pela internet

Cientistas na Inglaterra e nos EUA experimentaram na semana passada um novo tipo de periférico de computador que expande ainda mais a comunicação na rede. O dispositivo, parecido com um braço de alavanca manipulada com a mão, permite transmitir e receber pela rede a sensação de tato, resistência e peso de um material que está sendo manipulado à distância. ?Você pode sentir o objeto sendo empurrado na sua mão?, disse Joel Jordan, participante da equipe do University College London que experimentou ligar o periférico a um computador conectado à Internet. O dispositivo utilizado, na verdade, já existe há algum tempo. A novidade foi sua aplicação a uma conexão via Internet. Fabricado pela SensAble Technologies, o aparelho é usado rotineiramente em programas de modelagens em 3D. A diferença é que o dispositivo substitui o mouse em movimentos tridimensionais e oferece resistência ao movimento proporcionail à textura e dureza do material que está sendo modelado virtualmente. Testado na Web, o dispositivo abre portas para inumeráveis aplicações como, por exemplo, permitir a um médico fazer operações sentindo na mão a resistência que o bisturi oferece ao corte milhares de quilômetros de distância. O segredo do sistema é que o movimento é codificado como impulsos que ficam mais rápidos conforme a resistência. ?Assim como o cérebro interpreta uma seqüência de imagens paradas no movimento do cinema, o aparelho dá a sensação de tato?, explica Jordan.

Agencia Estado,

04 de novembro de 2002 | 12h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.