Universitários de SP começam a alfabetizar o País este mês

Universitários paulistas começam este mês a atuar como alfabetizadores com a ajuda de livros e treinamento oferecidos pela Secretaria do Estado de Educação. A meta é alfabetizar 700 mil pessoas até 2006. Por enquanto, 108 universidades aderiram ao projeto, lançado nesta quinta-feira. A Universidade Estadual Paulista (Unesp) é, até agora, a única pública na lista.No Estado, 6,6% da população (1,8 milhões de pessoas) é analfabeta. No Brasil, são 16,3 milhões milhões de pessoas (13,6%). Voluntarismo no currículoOs alfabetizadores serão preferencialmente os alunos de cursos de licenciatura (que formam professores de português, história, geografia etc). Durante o curso, eles têm de cumprir 400 horas de prática pedagógica profissional. Com o projeto, a atividade de alfabetização valerá como horas de prática.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.