Universitário pobre dormia na biblioteca do campus

Steve Stanzak, 20 anos está no segundo ano da Universidade de Nova York, mas dinheiro, não tem. Por isso, passou os últimos oito meses dormindo no porão de uma biblioteca universitária. O caso foi revelado nesta terça-feira pela direção da universidade, que providenciou sua remoção para um dormitório gratuito do campus.Stanzak contou que passou a dormir seis horas por noite, no porão da Biblioteca Bobst, no início do ano acadêmico, porque não tinha os US$ 1.000 para pagar o depósito que lhe daria direito a alojamento. Ele dormia em cadeiras e carregava consigo todos seus pertences ? um laptop, livros e roupas ? amontoados numa mochila.Os funcionários da universidade finalmente descobriram o diário online, onde Stanzak escrevia sobre suas experiências como inquilino secreto da biblioteca.Aventura no blogInúmeros estudantes acompanhavam as aventuras diárias no porão da biblioteca através do blog www.homelessatnyu.com (hoje com um volume astronômico de acessos) e Stanzak tornou-se uma espécie de celebridade no campus.O universitário contou em seu blog que os guardas o acordaram umas cinco vezes, na biblioteca, duas para dizer que não podia dormir ali, outras vezes para ver se ele estava bem e se era de fato aluno da NYU.?Eu não tinha medo de se expulso da biblioteca?, ele contou numa reportagem publicada pelo The New York Times. ?Poderia dormir no parque. Meu pior medo era ser chutado da NUY, eu adoro esta escola.?Aprendendo com a vida?Agradeço a todos que me ajudam durante o dia e fazem-me perceber que, embora eu seja pobre e viva numa biblioteca, estou aprendendo muito sobre a vida...?, diz uma anotação datada de 15 de abril.Stanzak, que apelidou-se Bobst Boy em seu blog, diz que lavava-se no banheiro da biblioteca e tomava banhos ocasionais nos apartamentos e no quarto de amigos no dormitório da NYU.Embora tenha quatro empregos e vários financiamentos estudantis, inclusive bolsa de US$ 15.000 da NYU, Stanzak explica que não recebe nenhuma assistência financeira dos pais, divorciados, e o dinheiro que tem é o suficiente apenas para cobrir as mensalidades, cerca de US$ 31.000 por ano para graduandos em tempo integral.AlojamentoO custo do alojamento universitário vai de US$ 7.000 a US$ 16.000 por ano, dependendo do quarto escolhido. A direção da universidade acabou arranjando uma solução especial para o inquilino da biblioteca.Em sua anotação de terça-feira no blog, Stanzak diz que lhe deram um quarto, o mesmo que lhe destinaram originalmente se ele tivesse dinheiro para pagar os US$ 10.980 cobrados, ?o que é um imenso grito dos preços mais magros que gastei para ficar são?. Stanzak, um escritor criativo, cresceu na cidadezinha de Waterloo, Nova York.?Quando os estudantes têm necessidades e o problema chega à direção da universidade, temos meios de ajudá-los?, afirmou o porta-voz da NYU, John Beckman, ao jornal do campus, o Washington Square News. ?A última coisa que um estudante deve fazer é acreditar que nada pode ser feito.?

Agencia Estado,

27 de abril de 2004 | 17h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.