Universidades americanas ficam mais ricas, diz estudo

Um total de 56 universidades americanas têm fundações com um patrimônio superior a US$ 1 bilhão, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira. Harvard é a mais rica do país, com US$ 25,5 bilhões, seguida pela Universidade de Yale, com US$ 15,2 bilhões, segundo a pesquisa realizada pela National Association of College and University Business Officers (Nacubo), que inclui 746 instituições de todo o país.As universidades costumam destinar anualmente aproximadamente 5% da receita a sua fundação, para apoio a atividades como bolsas de estudos e pesquisas de campo. O resto é investido em ações, imóveis ou firmas de capital de risco.Segundo a Nacubo, as fundações, conhecidas como "endowments", dos centros universitários americanos obtiveram uma rentabilidade média de 9,3% com seus investimentos no ano fiscal 2005, que terminou em 30 de junho. Em 2004, o índice foi de 15,1%, e de 3% em 2003.O estudo também demonstra que as instituições com mais dinheiro são as que tendem a ter maiores lucros. Assim, as fundações com um patrimônio superior a US$ 1 bilhão ganharam 13,8% no ano passado, segundo a Nacubo, enquanto as que têm menos de US$ 100 milhões ganharam menos de 9%.O motivo seria que as universidades mais ricas têm acesso a uma assessoria financeira mais sofisticada e fazem apostas mais arriscadas.Assim, as universidades bilionárias investiram, no ano passado, 21,7% do patrimônio de suas fundações em fundos de alto risco, comparado com 2,4% das universidades mais pobres.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2006 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.