Universidade paulista tem até 500 vagas para MEC

A Universidade São Marcos, de São Paulo, deve oferecer de 300 a 500 vagas ao Ministério da Educação (MEC) para alunos carentes, negros, indígenas e ex-presidiários. Em troca, espera ser beneficiada com isenção fiscal prevista pelo programa Universidade para Todos.A São Marcos não tem fins lucrativos e, por isso, já deixa de pagar uma série de impostos. Aderindo ao programa, a isenção fiscal será maior.?Estamos fazendo um estudo para saber em quais cursos e em quais períodos poderemos oferecer essas vagas. Alguns cursos têm restrições em termos de instalações, como os que precisam usar laboratórios, por exemplo?, diz a diretora de Graduação, Helena Rosa Vieira Lima.O ministro Tarso Genro afirmou que instituições particulares já ofereceram um total de 50 mil vagas ao governo. O MEC pretende estatizar 100 mil vagas este ano e garantir isenção às instituições.

Agencia Estado,

20 de fevereiro de 2004 | 10h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.