Universidade Cambridge quer virar cenário de telenovela

instituição escreveu para produtores das três maiores novelas do Reino Unido pedindo inclusão nas histórias

AP

02 de setembro de 2008 | 15h16

A Universidade Cambridge quer perder sua imagem elitista. E pensa que as telenovelas podem ajudar.  A universidade disse nesta terça-feira, 2, que escreveu para produtores das três maiores novelas do Reino Unido - EastEnders, Coronation Street e Emmerdale - encorajando-os a incluir Cambridge em suas histórias.  O porta-voz da universidade, David Hayman, disse que a abordagem dos programas, que se passam em Londres, Manchester e uma vila rural, respectivamente, é parte de um esforço para corrigir a percepção de que Cambridge não é para "jovens de origem comum." "Nós gostaríamos muito de atrair os estudantes mais brilhantes, independentemente de seus históricos", disse. "Uma das melhores formas de nos comunicarmos com eles é falando através dos programas de televisão que eles assistem." Cambridge também abordou algumas séries de ficção científica como Doctor Who, para que filmem nos prédios antigos da instituição. Além disse eles sugeriram ao programa de carros Top Gear que recrie uma brincadeira feita por alunos em 1958, quando um carro foi colocado no topo de um dos prédios da instituição. Cambridge, assim como Oxford, está sob pressão do governo para atrair uma gama mais variada de alunos. Ambas têm metade de seus alunos vindos de escolas públicas, que são freqüentadas por cerca de 90% dos jovens britânicos.  Hayman disse que muitas pessoas acreditam que Cambridge seja cara demais, mas que generosas quantias de dinheiro barateiam a anuidade de US$ 5.350, os gastos de estudo e a acomodação. "Isso significa que será mais barato estudar em Cambridge que na maior parte das universidades do Reino Unido."

Tudo o que sabemos sobre:
EducaçãoReino unidoCambridge

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.