Unifesp vem de cara nova

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) muda seu vestibular no segundo ano desde a separação da Fuvest. Depois de muito tempo, a instituição resolveu fazer seu exame isoladamente e notou uma aptidão para português e inglês em seus candidatos. A prova, que começou na quarta-feira, tem mais questões dessas duas disciplinas do que no ano passado. ?Quando a maioria dos vestibulandos se sai bem em uma determinada matéria, ela seleciona melhor os candidatos. Quem não sabe, acaba sendo mais facilmente descartado?, explica o diretor da Vunesp, entidade que agora é a responsável pelo vestibular da Unifesp, Fernando Prado. Por isso, foram acrescidas cinco questões nas provas de português e de inglês neste ano. O bom desempenho em matérias de humanas parece irônico, já que a instituição oferece vagas apenas para cursos na área de biológicas. Outra modificação foi na redação, que é feita no mesmo dia e valia 60% da nota. Agora sua pontuação equivale a 50% da prova. Este exame será realizado amanhã. Na prova de conhecimentos gerais, que ocorre hoje, tudo continua como antes. São 90 questões de múltipla escolha distribuídas entre biologia, química, física, matemática, história e geografia. ?O candidato não deve esperar grandes mudanças com relação ao ano passado?, diz Prado. Os horários e o programa exigido continuam os mesmos. Os exames começam às 14 horas, mas é preciso chegar ao local às 13 horas. A última prova será no sábado e pedirá conhecimentos específicos dos candidatos. São 25 questões dissertativas apenas de biologia, química, física e matemática. Em todos os dias do vestibular é preciso levar lápis preto, borracha, caneta e régua. Os candidatos farão exames em 18 locais, sendo seis em São Paulo e 12 no interior. As vagas mais disputadas são para o curso de Medicina, com 89 candidatos para cada uma das 110 vagas. Há ainda 80 vagas para Enfermagem, 30 para Ciências Biológicas, modalidade médica, e 33 para fonoaudiologia. Segundo Prado, a maioria dos 14.224 inscritos (9.236) são da capital. A lista de aprovados sai no dia 4 de fevereiro. A Unifesp fez questão de divulgar sua relação antes da Fuvest para que os alunos possam escolher bem entre as instituições.

Agencia Estado,

19 de dezembro de 2002 | 16h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.