Unicamp realiza domingo provas da primeira fase

Cerca de 49 mil candidatos concorrem a 2,9 mil vagas em 58 cursos; Medicina é o mais disputado

Simone Iwasso,

17 de novembro de 2007 | 16h55

A partir das 14 horas deste domingo, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) realizará a primeira fase de seu vestibular em 25 cidades do País - além de São Paulo, capital e interior, a prova acontecerá em Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Porto Alegre, Rio e Salvador. Nessa edição, 49 mil candidatos concorrem a 2.954 vagas em 58 cursos da Unicamp e dois da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), no interior de São Paulo. Os candidatos devem chegar aos locais de prova, disponíveis no site www.comvest.unicamp.br, às 13 horas. Os portões serão fechados às 13h45. As provas estão marcadas para começar às 14 horas. Nos Estados onde não há horário de verão, a instituição seguirá o horário local e não o horário de Brasília. Essa diferença costumava provocar confusão em anos anteriores, fazendo com que alguns candidatos chegassem ou muito atrasados ou muito adiantados nas escolas.  A prova deverá ser feita em até quatro horas. O tempo mínimo de permanência nas salas será de 3 horas e 30 minutos para os candidatos que quiserem sair com o caderno de questões - o que facilita a correção depois, com a divulgação do gabarito oficial. Aqueles que não desejarem levar o material poderão deixar o local de exame após 2 horas do início.  Não é preciso levar o comprovante de inscrição ou o comprovante de pagamento. Mas, para se certificar de que estão inscritos, os candidatos devem consultar o link "situação de inscrição" no site do vestibular da Unicamp.  Para o local de prova, é necessário levar o original do documento indicado na inscrição, lápis, caneta azul ou preta, borracha e uma régua. É proibido usar calculadora, celulares e pagers, corretivo líquido e relógio com calculadora. Também não podem fazer a prova candidatos usando boné ou chapéu. Uma recomendação freqüente de professores é a de que os candidatos levem uma garrafa com água e uma barra de cereais ou chocolate para comer durante a prova. Primeira fase Neste domingo será aplicado o exame de conhecimentos gerais, que inclui redação e 12 questões discursivas de matemática, física, química, biologia, história e geografia. O exame é formado por 24 itens - cada questão vale quatro pontos e cada prova vale 48 pontos. O candidato, para seguir para a próxima etapa do vestibular, não poderá zerar em nenhuma das provas.  No dia 18 de dezembro será divulgada a lista com os convocados para a segunda fase, formada por oito provas dissertativas das disciplinas obrigatórias do ensino médio: língua portuguesa e literatura, ciências biológicas, química, história, física, geografia, matemática e inglês. O exame acontecerá entre os dias 13 e 16 de janeiro. Estudantes que completaram todo o ensino médio na rede pública ganharão um bônus na nota, parte da política de inclusão social da instituição, aplicada nos últimos anos.  ConcorrênciaAssim como nas últimas edições do vestibular, o curso de Medicina foi o mais concorrido, com 79,5 candidatos por vaga. Em segundo lugar ficou Arquitetura e Urbanismo noturno (45,5) e, em terceiro, Ciências Biológicas integral (42). Medicina na Famerp está com 47,2 candidatos por vaga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.