Unicamp: prova de física considerada difícil

Os candidatos a uma vaga no vestibular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) consideram difícil a prova de física aplicada hoje, no terceiro dia da segunda fase da seleção. Também foi aplicada a prova de geografia. Mesmo reclamando da dificuldade em física, houve estudantes que consideram a matéria mais fácil que química, do teste de ontem. O coordenador do Vestibular, Leandro Tessler, lembrou que as provas da Unicamp levam as questões para temas práticos, docotidiano, para facilitar a compreensão e estimular a interpretação dos candidatos. Ele comentou que duas questões de física, as de número 6 e 7, estão relacionadas com pesquisas desenvolvidas dentro da universidade. Tessler afirmou que as provas de física e geografia apresentavam dificuldade média e, como as anteriores, traziam perguntas dediferentes graus de complexidade. "Física estava difícil", disse a treineira Claudia Zanon Oliveira, de 16 anos. Míriam FremPeterlini, de 16 anos, também treineira, encontrou dificuldades nas duas provas, mas achou que química, anteontem (12), haviasido pior. Aluno da Unicamp de Engenharia Civil, Denis da Silva, de 20 anos, trancou matrícula no ano passado para tentar EngenhariaAgrícola. "Para quem não se preparou, está complicado", afirmou. Ele contou que fez o ensino médio em escola pública e teveque fazer cursinho para conseguir a vaga em Engenharia Civil. "Acho que vou ter que fazer de novo", considerou. Fábio Vinicius Borges Padilha, de 20 anos, foi dos poucos a achar a prova de ontem (13) "normal, no nível da Unicamp". Ele reforçou o coro de que química foi a mais difícil dos três dias. Disputa uma vaga em Ciências Biológicas. Já Thiago Macedo Fernandes, de 17 anos, teve mais facilidade em química. "Geografia estava fácil e física difícil", disse. A segunda fase do vestibular da Unicamp será encerrada amanhã, com as provas de matemática e língua estrangeira. A universidade divulga a primeira lista de chamada no próximo dia 4, a partir das 16 horas. No terceiro dia de prova, 1.089 candidatos se ausentaram, abstenção de 7,18%. Os 14.068 alunos que fizeram o teste ontem (13) disputam 2.934 vagas em 57cursos.

Agencia Estado,

13 de janeiro de 2004 | 19h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.