Unicamp encerra segunda fase com provas consideradas fáceis

A segunda fase do vestibular 2004 da Universidade Estadual de Campinas foi encerrada hoje, com provas de matemática e língua estrangeira, que os candidatos descreveram com entre as mais fáceis dessa etapa. ?Foram provas sem muitas surpresas?, definiu o coordenador do vestibular da Unicamp, Leandro Tessler. Tessler anunciou que estão sendo estudadas alterações para a prova de língua estrangeira no próximo ano. Entre as hipóteses em avaliação, citou a inclusão do espanhol e do alemão. Hoje a prova traz inglês e francês, opção de cerca de 100 dos pouco mais de 15 mil alunos que passaram para a segunda fase.O coordenador comentou que no próximo ano a inscrição para o vestibular deverá ser exclusivamente virtual, sem necessidade de o candidato comparecer a um posto para entregar sua identificação, como ocorreu este ano. Também estão em estudo a unificação das listas de livros da Fuvest e Unicamp e a inclusão de outra capital nordestina,provavelmente Fortaleza, entre os locais de prova para facilitar o acesso dos nortistas à seleção. Hoje são 8 capitais e 11 cidades do interior de São Paulo. ?Nosso vestibular é nacional porque nos interessam talentos de todo o País?, afirmou Tessler. A Comissão avalia ainda criar notas de corte por disciplina na primeira fase. A única restrição atual é que o candidato nãozere nenhuma matéria. E discute o esgotamento da fórmula de prova dissertativa na primeira fase. ?A prova dissertativa foi idealizada para 15 mil candidatos. Hoje temos 50 mil, mas se esse número dobrar, será inviável manter a correção?, disse o coordenador. Mas ele lembrou que isso ainda levará um bom tempo. A Unicamp criou uma comissão, da qual Tessler participa, que estuda programas de inclusão social nauniversidade. Um deles, idealizado pelo coordenador, leva em conta uma pesquisa recente feita entre os alunos aprovados,apontando que estudantes de escola pública que tiraram notas próximas da média nas provas de segunda fase tem melhordesempenho na universidade que estudantes de escolas privadas na mesma situação. O estudo foi feito com alunos dos últimos oito anos. Tessler aponta que o programa é voltado para alunos de escolapública que tiverem bom rendimento na segunda fase, muito próximo de alunos de escolas particulares. Na escolha entre ostecnicamente empatados, seriam priorizados os estudantes de escola pública, já que seu rendimento na universidade é melhor. ?Ainda estamos avaliando. Essa é somente mais uma sugestão?, alegou Tessler, que disse ser particularmente contra a definição de cotas para minorias. Ele lembrou que o vestibular da Unicamp busca alunos críticos e bem preparados. De modo geral, as provas da segunda fase foram consideradas exigentes, mas compatíveis com a dificuldade esperada pelos candidatos do vestibular. Química e física foram apontadas com as duas maiores vilãs da Segunda etapa de seleção. ?As provas exigiram conhecimento, mas estavam bem compreensíveis?, comentou Paulo Henrique Mapeli, de 19 anos, que se inscreveu para Estatística. ?Física foi a mais complicada de todas?, disse Rafael Pagani, de 17 anos, candidato a uma vaga em Educação Física.Para Pagani, ontem foi o dia mais tranqüilo. Ana Cristina Domingues Dias, que pretende cursar Economia, concordou que ontem foi o dia mais fácil da segunda fase. ?A primeira fase exigiu raciocínio, lógica. A segunda não pediu coisas absurdas nem tão fáceis de serem resolvidas?,avaliou Ana Cristina.Segundo ela, o vestibular da Unicamp é ?o mais justo? porque não dá margem para chutes, já que não tem questões dealternativas. ?Não é possível chutar, ou você sabe ou não?, comentou. Segundo ela, as provas puderam ser resolvidas semmaiores problemas por quem se preparou.A seguir veja as resoluções das duas últimas provas comentadas pelo Objetivo:Veja a resolução da prova de matemática Veja a resolução da prova de língua estrangeira

Agencia Estado,

14 de janeiro de 2004 | 19h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.