ANTONIO SCARPINETTI/DIVULGAÇÃO
ANTONIO SCARPINETTI/DIVULGAÇÃO

Unicamp é a melhor instituição pública do País em avaliação do MEC

Com nota 4,69 numa escala de 1 a 5, Unicamp só ficou atrás de três faculdades privadas

Estadão.edu

17 Novembro 2011 | 16h42

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) obteve o melhor desempenho entre as instituições de ensino superior públicas do País que participaram do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade). As sete graduações da Unicamp avaliadas no ano passado pelo Ministério da Educação deixaram a universidade no topo do ranking das instituições públicas, com 4,69 pontos no Índice Geral de Cursos.

 

Expresso em conceitos, o IGC é um indicador construído a partir da avaliação dos cursos oferecidos por uma instituição. O índice varia de 1 a 5. Conceitos 1 e 2 são considerados ruins; 3 é considerado satisfatório e 4 e 5, bons.

 

Das 1.826 instituições de ensino que conseguiram nota na avaliação do MEC, apenas 27 obtiveram conceito máximo. Dessas, 16 são públicas e 11 privadas. A melhor IES particular foi a Escola Brasileira de Economia e Finanças da Fundação Getulio Vargas (FGV) no Rio, com IGC 4,89.

 

A Universidade de São Paulo (USP), considerada a melhor instituição brasileira em rankings internacionais, não participa do Enade - usado para calcular o IGC.

 

A maioria (53%) das escolas avaliadas obteve IGC 3, enquanto 37% tiveram IGC 1 ou 2. Entre os estabelecimentos de ensino com resultado insatisfatório, 640 são privados e 43, públicos. Essas instituições deverão passar por um processo de supervisão, comandado pelo Ministério da Educação (MEC) para melhorar a qualidade dos cursos.

 

Há ainda 350 escolas que ficaram sem conceito porque foram criadas recentemente e ainda não têm número suficiente de alunos concluintes para participarem do Enade.

 

* Atualizada às 18h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.