Unicamp decide participar do Enade

Alunos da universidade terão de fazer a prova a partir deste ano

Estadão.edu

02 Junho 2010 | 10h39

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) vai participar do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) a partir deste ano. A decisão foi tomada em reunião da Comissão de Ensino, Pesquisa e Extensão na tarde desta terça-feira, 1º de junho, com base em estudo apresentado por um grupo de trabalho composto por dez professores.

 

Com isso, a Universidade de São Paulo (USP) para a ser a única instituição que não participa do sistema de avaliação do governo federal, regulamentado em abril de 2004 em substituição ao antigo Provão.

 

Segundo o pró-reitor de graduação da Unicamp, o "exame foi bastante aprimorado" desde então. "Tínhamos uma série de críticas à implantação e metodologia do novo sistema, como a prova por amostragem e a não adoção das visitas in loco e de outros indicadores consolidados no Provão."

 

O Enade passou a ser universal e não mais por amostragem, o que significa a participação de todos os ingressantes e concluintes de determinada área do conhecimento. Neste ano, cerca de 450 mil estudantes deverão fazer a prova, marcada para o dia 21 de novembro.

 

Serão avaliados os alunos dos cursos de bacharelado em Agronomia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional e Zootecnia. E, pela primeira vez, também serão avaliados estudantes dos cursos superiores de Tecnologia em Agroindústria, Agronegócios, Gestão Hospitalar, Gestão Ambiental e Radiologia.

Mais conteúdo sobre:
Unicamp Enade MEC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.