Divulgação
Divulgação

Uniban é condenada a pagar R$ 40 mil de indenização para Geisy Arruda

Em outubro de 2009, estudante foi hostilizada por usar vestido curto; defesa pedia R$ 1 milhão

Marília Lopes, estadão.com.br

05 Outubro 2010 | 16h03

SÃO PAULO - A Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban) foi condenada a pagar R$ 40 mil de indenização por danos morais à ex-estudante de Turismo Geisy Arruda. Em outubro do ano passado, ela foi hostilizada por outros alunos nas dependências da universidade por usar um vestido curto cor de rosa.

 

Os advogados de Geisy afirmam que houve falha na prestação de serviço e que os direitos da estudante, como consumidora, foram violados, por conta das agressões verbais e da ameaça a sua segurança.

 

Na defesa, a Uniban alegou que não causou nenhum prejuízo a Geisy e que foi ela quem provocou danos à instituição, ao ter planejado um episódio para adquirir notoriedade e conseguir vantagens.

 

Em junho, a Justiça ouviu nove testemunhas, entre alunos e funcionários da universidade, além da própria Geisy. Os advogados dela pediam R$ 1 milhão de indenização, mas o juiz de São Bernardo do Campo considera, em sua sentença, o valor de R$ 40 mil "quantia suficiente para compensar a violação sofrida pela autora".

Atualmente, Geisy participa do reality show "A Fazenda 3", exibido pela TV Record. Por estar em confinamento no programa, a estudante ainda não tomou conhecimento da sentença.

O escritório do advogado de Geisy, Nehemias Melo, diz que vai recorrer. "Entende-se ser acertadíssima a sentença do Exmo. Sr. Juiz, em todos aspectos e fundamentos julgados, exceto no valor, que não é satisfatório para punir a Uniban ou para que sirva de exemplo, prevenindo outros eventos daquela natureza", afirmou em nota ao Estado.

"A despeito desse juiz fraco, que parece não saber direito o que faz, vou obter no TJ a reforma da decisão", disse o advogado da Uniban, Vicente Cascione. "Dar 0,4% da indenização pedida é quase um deboche, era melhor não ter dado nada."

(COLABOROU LUCIANA ALVAREZ)

Atualizada às 21h01

Mais conteúdo sobre:
Geisy Arruda Uniban

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.