Unesp terá mestrado e doutorado em biotecnologia animal; MEC reconhece 10 pós-graduações

O curso será dado na unidade de Botucatu, interior de São Paulo; também foi reconhecida especialização de mestrado profissional no Distrito Federal

O Estado de S. Paulo

27 de outubro de 2014 | 10h22

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu, nesta segunda-feira, 10 novos cursos de mestrado e doutorado no País. Entre eles, a Universidade Estadual Paulista deverá oferecer o curso de especialização em biotecnologia animal, na área de medicina veterínária. O curso será dado na unidade de Botucatu, interior de São Paulo.

Na região sudeste, a Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) também teve reconhecido um novo curso, de enfermagem. As outras instituições que receberão novas especializações são: Universidade Estadual de Maringá (Biotecnologia Ambiental), Universidade Federal de Campina GFrande (Ciências Naturais e biotecnologia), Fundação Universidade Federal de Sergipe (Ciências fisiológicas), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Biologoia estrutural e funcional), Universidade Estadual de Ponta Grossa (Ciências biomédicas), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Engenharia Mecânica) e Universidade Federal de Pernambuco (Nutrição, atividade física e plasticidade fenotípica).

Também foi reconhecida especialização de mestrado profissional (MP) no Distrito Federal, na Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). O curso é de administração pública em  rede nacional. 

As informações foram publicadas nesta segunda, 27, no Diário Oficial da União (DOU).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.