Unesp tem greve em Rio Claro e Araraquara

Professores e funcionários da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro e de Araraquara paralisaram suas atividades. A principal reivindicação da categoria é um reajuste salarial de 16%.Outras unidades têm assembléias marcadas para esta terça-feira. "Acredito que até o final da semana o movimento se espalhe por todas as unidades", afimrou o presidente da Associação de Docentes da Unesp (Adunesp) de Rio Claro, Carlos Alberto Anaruma.De acordo com ele, 80% dos funcionários de Rio Claro e de Araraquara aderiram à paralisação. O movimento foi iniciado na segunda-feira e sua duração é por tempo indeterminado.No dia 31 acontecerá uma nova assembléia para decidir os rumos da greve. "São Paulo também deve participar do movimento a partir desta reunião", disse Anaruma.A Unesp tem 23 unidades espalhadas por todo o Estado de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.