Unesp oferece benefício a docentes e servidores para encerrar greve

Universidade Estadual Paulista propôs abono de 21% e aumento no vale-refeição; categorias devem se posicionar até semana que vem

Victor Vieira, O Estado de S. Paulo

04 Agosto 2014 | 22h45

SÃO PAULO - Em reunião com servidores e docentes nesta segunda-feira, 4, a reitoria da Universidade Estadual Paulista (Unesp) ofereceu abono de 21% e aumento de 41,6% no vale-refeição para encerrar a greve. As categorias devem fazer assembleias e se posicionar sobre as propostas até a semana que vem. 

Já na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), os funcionários bloquearam três entradas do câmpus na manhã desta segunda. Os docentes da Unicamp aceitaram o abono de 21% na semana passada, após negociação com a reitoria. Ainda não houve, porém, acordo com os funcionários. 

Professores e funcionários das estaduais entraram em greve há mais de dois meses contra o congelamento de salários das categorias. O conselho de reitores justificou o reajuste zero com a grave situação financeira das instituições, que gastam mais de 100% das receitas com salários. 

Mais conteúdo sobre:
Unesp Unicamp

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.