Unesp faz prova criativa, baseada no ensino médio

O segundo dia do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp) trouxe questões bem elaboradas e analíticas, de acordo com o que foi estudado no ensino médio, segundo os professores do Curso e Colégio Objetivo. As provas de segunda-feira foram dissertativas e avaliaram conhecimentos específicos. Dos 94.046 inscritos, 10.401 faltaram no segundo dia de exames.Para o professor de física do Objetivo Newton Villas Boas, o grau de dificuldade das questões de exatas foi médio. ?Mas as questões eram claras, bem estruturadas. Cobravam assuntos diferentes, abrangendo todo o conteúdo do ensino médio.?Os vestibulandos da área de humanas enfrentaram um exame excelente, segundo a coordenadora-geral e professora de geografia do Objetivo, Vera Lúcia da Costa Antunes. ?Foi uma prova belíssima. Teve questões criativas, inteligentes, que exigiam análise.?Na área de biológicas, o exame abordou assuntos atuais, como clonagem e terapia gênica. ?Até pneumonia asiática entrou na prova?, contou o professor de biologia do Objetivo Paulo Henrique de Barros. Segundo ele, as questões foram de nível médio para difícil, mas adequado para um exame de conhecimentos específicos.O vestibular da Unesp termina nesta terça-feira, com a prova de língua portuguesa (dez questões) e a redação. Os portões se abrem às 13h00 e as provas vão das 14h00 às 18h00.clique para conferir as provas resolvidas e comentadas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.