Unesp criará cursos de engenharia da pesca e do porto

A Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) pretende consolidar o campus na Baixada Santista com a abertura de outros cursos no ano que vem. Em reunião nesta sexta-feira na prefeitura de Santos, representantes da Unesp apresentaram ao prefeito Beto Mansur (PP) o projeto de instalação dos cursos de engenharia de cinco anos voltados para duas áreas, a da pesca e a de administraçãoportuária, que é inédito no País.A única unidade da universidade na região é em São Vicente, que tem o cursos de ciências biológicas e de gerenciamento costeiro, deverá ser ampliada com o curso de turismo ambiental. Para Cubatão, já existem entendimentos para instalar o curso de administração voltado para o transporte de longa distância."Nosso objetivo é consolidar o campus da Baixada Santista oferecendo novos cursos e ampliando a base para outras cidades da região", disse o professor Eli Dias, assessor da reitoria da Unesp. A deputada federal Mariângela Duarte (PT), que luta pela instalação da universidade pública na região, disse que o prefeito se comprometeu a ceder o prédio para o funcionamento dos cursos, mas pretende que o projeto se torne mais concreto para fazer a cessão.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2004 | 21h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.