DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Unesp aplica nesta quinta prova da primeira fase do vestibular

Ao todo, 98.224 estudantes farão o exame em 31 cidades do Estado de São Paulo, além locais em de Brasília, Campo Grande, Curitiba e Uberlândia. Instituição oferta 7,3 mil vagas

O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2018 | 03h00

SÃO PAULO - A Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) aplica nesta quinta-feira, 15, a prova da primeira fase do vestibular 2019. Ao todo, 98.224 estudantes farão o exame em 31 cidades do Estado de São Paulo, além de locais em Brasília, Campo Grande, Curitiba e Uberlândia. A segunda fase será aplicada nas mesmas cidades, nos dias 16 e 17 de dezembro.

Os portões serão fechados às 14h, no horário de Brasília, e a organização lembra que os candidatos devem estar portando documento de identificação. "Os materiais de prova a serem levados pelos candidatos são lápis preto (proibido uso de lapiseira), apontador, borracha, caneta esferográfica com tinta preta (fabricada em material transparente) e régua transparente", detalha a instituição. A duração da prova é de quatro horas e meia.

As cidades para as quais há oferta de carreiras neste vestibular, segundo a universidade, são Araçatuba (170 vagas), Araraquara (855), Assis (405), Bauru (1.045), Botucatu (600), Dracena (80), Franca (410), Guaratinguetá (310), Ilha Solteira (310), Itapeva (80), Jaboticabal (280), Marília (475), Ourinhos (90), Presidente Prudente (640), Registro (40), Rio Claro (490), Rosana (80), São João da Boa Vista (40), São José do Rio Preto (460), São José dos Campos (120), São Paulo (185), São Vicente (80) e Tupã (120).

Das 7.365 vagas oferecidas, 3.667 são previstas para o Sistema Universal e outras 3.698 para o Sistema de Reserva de Vagas para a Educação Básica Pública - em cada curso de graduação, explica a instituição, serão destinadas no mínimo 50% das vagas aos estudantes que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas brasileiras.

Das vagas destinadas ao Sistema de Reserva de Vagas para a Educação Básica Pública, 1.300 (35%) são reservadas aos candidatos que se autodeclaram pretos, pardos ou indígenas.

Perguntas e respostas sobre o processo seletivo

A Unesp preparou uma lista com perguntas frequentes sobre o vestibular. Confira abaixo as respostas dessas questões. 

Qual documento eu preciso apresentar na hora do exame?

O candidato deverá apresentar em todas as provas o original de um dos seguintes documentos de identificação: RG; Carteira Nacional de Habilitação (modelo com foto); Certificado Militar; CTPS; Passaporte; Carteira de Órgão ou Conselho de Classe e Carteira de Identidade expedida por instituições militares.

Quais os materiais recomendados para a realização da prova e a qual duração do exame?

Os materiais de prova a serem levados pelos candidatos são caneta esferográfica com tinta preta (fabricada em material transparente) e régua transparente. O candidato também pode levar lápis preto (proibido uso de lapiseira), apontador e borracha. O exame terá duração de quatro horas e meia.

Eu posso trocar a opção de curso do vestibular? Se eu passar no curso em período integral que a nota de corte é maior do que o noturno, eu posso mudar para a turma noturna?

Conforme as folhas 13 e 14 do manual do Candidato, o aluno fará a opção para o curso no ato da inscrição, não sendo possível mudança de opção depois da inscrição.

Qual o curso mais concorrido em sua unidade e na Unesp?

A relação candidato/vaga do Vestibular Unesp pode ser consultada no site da Vunesp. O total é de 98.224 inscritos para 7.365 vagas. A média de candidatos por vaga é de 13,3 inscritos por vaga para cada curso.

Como a Unesp atende os candidatos portadores de deficiência? A Unesp oferece exames especiais? Os locais de prova garantem o acesso dos deficientes?

O candidato que necessite de condições especiais para realização das provas deve, além de se inscrever pela Internet, enviar pelo correio, em um único envelope, um laudo emitido por especialista, que descreva com precisão a natureza, o tipo e o grau da deficiência, bem como as condições necessárias para a realização das provas. O Manual do Candidato traz mais informações sobre como ele deve proceder.

Posso usar brincos/piercings na hora da prova?

Sim, brincos e piercings estão liberados. Porém, não será permitido o uso de nenhum aparelho eletrônico, tais como calculadora, telefone celular, relógio, reprodutor de áudio de qualquer natureza ou de qualquer material que não seja o fornecido pela Fundação VUNESP, nem uso de protetor auricular, boné, gorro, chapéu e óculos de sol. Mais informações sobre itens proibidos podem ser obtidas na página 19 do Manual do Candidato.

Como funciona a classificação para a segunda fase?

A classificação da primeira fase, composta por 90 questões de múltipla escolha, é feita numa escala de 0 a 100. São convocados para a segunda fase, em média, seis candidatos por vaga para cada curso.

Eu serei desclassificado se zerar em alguma disciplina?

O candidato só é desclassificado se não comparecer a uma das provas, incluindo as da segunda fase, se obtiver nota inferior a 20 na prova da primeira fase ou se zerar na prova de Conhecimentos Específicos da segunda fase (36 questões dos dois dias de exame) ou na redação.

Quais livros a Unesp vai cobrar no Vestibular?

A Unesp não trabalha com lista de leituras obrigatórias.

Eu coloquei o local da prova em um lugar que eu não tenho como ir. Gostaria de saber se tem como mudar.

Conforme as folhas 13 e 14 do Manual do Candidato, o aluno indicará a cidade em que quer fazer a prova no ato da inscrição, não sendo possível mudança de local neste momento. 

Qual é o horário da prova mesmo?

Recomenda-se comparecer ao local da sua prova uma hora antes do início de cada prova, ou seja, às 13h, quando terá início o ingresso no prédio. Os portões do prédio serão fechados às 14h. Não serão admitidos retardatários.

Eu posso usar a nota do Enem no Vestibular Unesp?

Sim. A Unesp utiliza o Enem para composição da nota final dos candidatos aprovados na segunda fase, desde que seja maior que a nota da prova da primeira fase. A nota do Enem comporá então 10% da nota final para os cursos sem provas de habilidades. Para as carreiras com prova de habilidades, o Enem representará 6,66% da sua nota final.

E quem não fez o Enem?

Para esses candidatos, será considerada apenas a nota da prova de Conhecimentos Gerais (primeira fase), sem qualquer espécie de prejuízo.

É a primeira vez que faço a prova e na minha cidade não é aplicada então tenho que me deslocar. Queria saber o horário de fechamento dos portões?

Os portões do prédio serão fechados às 14h. Não serão admitidos retardatários.

O que acontece se o candidato chegar atrasado por algum motivo forte, como um temporal ou o falecimento de um familiar ou a necessidade de internação hospitalar? Ele perde a prova?

Após o fechamento dos portões, não entra nenhum candidato no prédio. Em caso de internação hospitalar, ele deverá contatar a Vunesp com quatro horas de antecedência, no mínimo, para que seja vista a possibilidade de aplicar a prova no hospital.

Como é feita a segurança do vestibular da Unesp, desde a elaboração das provas até a impressão e a correção?

Os procedimentos adotados pela Vunesp, desde seu primeiro vestibular, em 1980, garantem a segurança e o sigilo das provas em todas as suas etapas: elaboração, impressão, transporte e correção. No dia do exame, o candidato vê em sua sala o pacote lacrado de provas sendo aberto pelo fiscal e que os candidatos todos são filmados, além de uma equipe treinada e criteriosa para seguir os procedimentos padronizados para todos os candidatos em todas as cidades.

Perdi o meu RG e fiz o Enem com o Boletim de Ocorrência. Posso fazer o mesmo na prova da Unesp? 

R: Consultar a VUNESP, pelo telefone: (11) 3874-6300

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.