UNE prepara ‘Ocupe Esplanada’ para reivindicar 10% do PIB para educação

Protesto está marcado para ocorrer entre os dias 5 e 12 de dezembro

Estadão.edu

30 Novembro 2011 | 15h40

SÃO PAULO - Pelo menos 400 pessoas devem ocupar na próxima semana parte da Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O movimento, preparado pela União Nacional dos Estudantes (UNE), reivindica cinco questões ligadas à educação.

 

O protesto está marcado para ocorrer entre os dias 5 e 12 de dezembro, mas a data de término pode ser alongada ou antecipada de acordo com a mobilização dos estudantes.

 

Segundo o presidente da UNE, Daniel Iliescu, o aumento do investimento público em educação para 10% do PIB será o carro-chefe do protesto. Além disso, os estudantes ligados à entidade querem que 50% do Fundo Social do Pré-sal sejam vinculados ao investimento em educação e no desenvolvimento científico e tecnológico.

 

Na pauta também estão o aumento da qualidade do ensino, a aprovação do Estatuto da Juventude e do Plano Nacional de Educação (PNE) ainda este ano e a regulamentação da meia-entrada para estudantes em todos os eventos, incluindo a Copa de 2014.

 

“É uma forma de pressionar as autoridades para dar a atenção necessária para a educação. As principais reivindicações, como os 10% do PIB, já são antigas”, afirma Iliescu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.