UNE e Ubes dizem estar 'preocupadas' com lesados por outros problemas do Enem

Entidades receberam reclamações de candidatos que se dizem lesados por tumulto na hora da prova

Larissa Linder, Estadão.edu

12 Novembro 2010 | 14h31

A União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) declararam, por meio de nota, terem concordado, nesta sexta-feira, com a decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região de derrubar a liminar que suspendia o Enem. Para as entidades, "a anulação do Exame irá prejudicar milhões de estudantes que fizeram a prova em condições adequadas. A proposta da UNE e da UBES, levada ao ministro Fernando Haddad em reunião realizada quinta-feira em Brasília, é a de que seja feito um novo ENEM opcional para que nenhum estudante seja prejudicado".

 

A UNE e a Ubes disseram estar "preocupados com prejudicados". Além de reclamações quanto aos gabaritos invertidos e aos problemas específicos das provas amarelas, também foram registradas queixas quanto ao tumulto nas salas no momento de aplicação do exame. "Eu nem peguei a prova amarela com problemas, mas o tumulto causado na sala quando um candidato percebeu que o gabarito estava invertido me prejudicou muito", diz Renan Rodrigues, de 20 anos.

 

De acordo com Renan, ele perdeu tempo por causa do tumulto, já que os fiscais teriam demorado para saber o que deveriam fazer, e também ficou mais nervoso, o que teria atrapalhado seu desempenho na prova. "Fui o último a sair da sala de prova, e ainda tive que chutar as últimas questões. Não me sinto contemplado pelas propostas de solução do MEC". Renan quer cursar Medicina e está no segundo ano de cursinho.

 

A UNE informou que sua central de atendimento, em funcionamento desde 9h de segunda-feira,  lançada para colher informações sobre o Enem 2010, recebeu até às 12h desta sexta-feira 1482 reclamações. Na próxima semana, o ministro da Educação, Fernando Haddad, comprometeu-se a se reunir com os representantes estudantis para apresentar os procedimentos e critérios para defirnir os prejudicados pelas falhas no Enem.

 

O contato com a UNE e a Ubes pode ser feito pelo e-mail enem2010@une.org.br ou pelo telefone (11) 2771-0792.

Mais conteúdo sobre:
EnemlesadosUNEUbes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.