UnB faz protesto a favor de Geisy, que ganha axé no Youtube

Alunos tiraram a roupa no campus; compositor baiano grava 'Vestido Curto' para criticar hostilidade na Uniban

estadao.com.br,

12 Novembro 2009 | 08h40

 

BRASÍLIA - Estudantes da Universidade de Brasília (UnB) ficaram nus no campus nesta quarta-feira, 12, em repúdio às hostilidades contra a estudante Geisy Arruda, perseguida por colegas da Universidade Bandeirantes (Uniban), por usar um vestido curto.

 

Veja também

linkImprensa estrangeira mostra surpresa com caso da Uniban

linkUniban segue culpando Geisy e não vai punir agressores

linkAssessores haviam desaconselhado expulsão

 

Segundo os alunos, as imagens divulgadas chocaram pela "selvageria" e "barbárie". Depois de tirarem as roupas, os alunos pediram que a reitoria da UnB se manifestasse formalmente contra a direção da Uniban.

 

Axé para Geisy Arruda

 

O cantor e compositor baiano Roberto Kuelho decidiu transformar o episódio na Uniban em música e lançou o axé 'Vestido Curto', disponível no YouTube desde segunda-feira, 9.

 

Na letra, Kuelho envia seu recado para Geisy e critica o comportamento dos alunos que a hostilizaram: “Mas Geisy Arruda, bola pra frente / E esqueça o tempo perdido / A mentalidade dessa nobre faculdade / Soube ser mais curta do que o seu vestido / Por causa de um vestido curto (um vestido curto) / Expulsaram uma aluna da Uniban / Por causa de um vestido curto / O Brasil está parecido com o Talibã".

 

 

 

TV Estadão

 

Em entrevista exclusiva à repórter Giulianna Correia, da TV Estadão, Geisy e a procuradora de Justiça Luiza Nagib Eluf discutem o caso de assédio coletivo ocorrido nos corredores da Uniban.

 

Mais conteúdo sobre:
geisy arruda UnB Uniban protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.