UFSC adiará vestibular

Nova data do Enem força federal de Santa Catarina a mudar dia do processo seletivo

Elida Oliveira, Especial para O Estado de S. Paulo

07 Outubro 2009 | 17h59

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) deve adiar a data do vestibular para que não coincida com a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. O calendário inicial previa provas nos dias 6, 7 e 8 de dezembro. A nova proposta é de que agora elas sejam feitas em 19, 20 e 21 de dezembro. Como ainda é possível se inscrever no vestibular da UFSC, a universidade deve prorrogar também o período de inscrições até 20 de outubro.   A proposta ainda será levada ao Conselho Universitário, que se reúne na próxima terça-feira, dia 13, mas tudo indica que será aprovada. "A decisão é tomada em colegiado, mas para o Conselho não resta outra alternativa. Cerca de dois terços dos nossos inscritos haviam optado por usar a nota do Enem. Nós não podemos prejudicá-los", disse Julio Szeremeta, presidente da Comissão Permanente de Vestibular, a Coperve.   "Vamos adiar o concurso em respeito à sociedade e também porque acreditamos na proposta do MEC", disse o reitor Álvaro Prata, antes mesmo da definição do colegiado.   Szeremeta calcula que a UFSC enfrentará problemas logísticos e financeiros com a alteração das datas. "Lamentamos e deploramos os transtornos que causaremos aos nossos candidatos. Florianópolis é uma cidade turística e estamos tentando ao máximo manter o exame vestibular longe do Natal."   De acordo com ele, a universidade já recebe solicitação de candidatos que querem a restituição do valor da taxa de inscrição. Outros manifestaram dificuldade em conseguir realocar-se em voos e hotéis na cidade.   A federal de Santa Catarina oferece 6.021 vagas em 82 graduações. Cerca de 23 mil pessoas já se inscreveram no vestibular.  "É um momento difícil, estamos lidando com a vida de muitas pessoas", lamentou o reitor. Como a UFSC adota o Enem A UFSC usará a nota da prova objetiva do Enem, compondo 20% no vestibular. Para isso, é necessário que o candidato faça a opção no formulário de inscrição. Caso o resultado prejudique o candidato, prevalece a nota do vestibular. A avaliação da redação continuará sendo feita pelo vestibular da instituição. As vagas remanescentes também serão preenchidas por meio do Enem. Neste caso, o critério será a classificação do candidato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.