TRT dá reajuste de 6,36% a servidores da PUC-SP

Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) concedeu 6,36% de reajuste salarial aos funcionários da Pontifícia Universidade Católica (PUC), retroativos a fevereiro. Também considerou não abusiva a greve iniciada no dia 18, determinou que a instituição pague os dias parados e concedeu a eles 90 dias de estabilidade."Conseguimos tudo que queríamos", resumiu a primeira-secretária da Afapuc, a associação dos funcionários da PUC. A reitoria informou que só se pronunciaria depois da publicação oficial da sentença.O TRT já tinha feito uma proposta conciliatória com o mesmo índice de reajuste na terça-feira, aceita pelos funcionários e rejeitada pela universidade. A pedido do tribunal, os grevistas retornaram ao trabalho na terça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.