Trote da Unicamp terá feira de inovações tecnológicas

Água, mídia, vida universitária e ciência serão temas discutidos por veteranos e especialistas

Agência de Notícias da Unicamp,

25 Fevereiro 2013 | 18h18

Enquanto os calouros vivem a expectativa de iniciar a sua vida universitária na Unicamp, a comissão responsável pela organização do Trote da Cidadania de 2013 corre para concluir os últimos preparativos para a recepção dos ingressantes. Desde o início de janeiro, cerca de 30 estudantes de diversos cursos da universidade trabalham 8 horas por dia para que tudo saia conforme o planejado. “Aqui, nós estamos cumprindo expediente de empresa”, brinca Fábio Kelm, coordenador-geral do trote e aluno do curso de Engenharia e Controle de Automação.

Concentrados em uma sala apertada do ciclo básico 2, os membros da comissão passam o dia fazendo contato com fornecedores e parceiros, por meio do telefone ou computador. Enquanto isso, outros saem a campo para resolver pendências. “Entramos na etapa final da organização. No geral, o evento já está delineado”, afirma Luan Felipe Oliveira, coordenador da área de apoio do trote e aluno de Química. De acordo com ele, as atividades do evento serão realizadas de 26 de fevereiro a 1.º de março.

Neste ano, segundo os dois integrantes da comissão, os temas que funcionarão como eixos orientadores das atividades serão água, mídia, vida universitária e ciência. A partir deles, serão ministradas, por exemplo, palestras com diversos especialistas. Um dos conferencistas convidados é Celso Shenckel, representante da Unesco no Brasil. Ele falará sobre "Geopolítica Global da Água", na terça-feira, 26. O jornalista Reinaldo Canto, colunista da revista Carta Capital, por sua vez, discorrerá acerca do tema “Mídia e Consumo Consciente”, na quarta-feira, 27.

As atividades estarão concentradas no Centro de Convenções e no estacionamento da Biblioteca Central.  A programação do trote também prevê, ainda, a realização de uma feira de inovações tecnológicas e de visitas a organizações não governamentais de Campinas. “Nesses locais, nós vamos executar algumas ações de cidadania, como a revitalização de jardins, pintura de edifícios e a implantação de bibliotecas. Gostaríamos de convidar todos os alunos, especialmente os calouros, a participarem dessas iniciativas”, convoca Luan. O trote também trará cerca de 500 crianças atendidas pelas ONGs parceiras, para que elas tenham a oportunidade de tomar contato com a universidade e aspectos relacionados à ciência.

Na visão dos integrantes da comissão organizadora do Trote da Cidadania, esse tipo de recepção aos calouros é muito importante, pois funciona como uma acolhida calorosa. “Quando ingressei na Unicamp, eu participei do trote e adorei. Como estava vindo de outra cidade, estava me sentido meio perdido aqui. A partir do trote, porém, passei a sentir que pertencia a esta nova comunidade”, diz Fábio.

A programação completa do Trote da Cidadania por ser conferida no site do evento (http://www.unicamp.br/tci). Outra opção é a página do Facebook (https://www.facebook.com/tciunicamp).

Mais conteúdo sobre:
Unicamptrote

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.