Três perguntas para... Giana Andonini, coordenadora do Estudar Fora

A coordenadora do Estudar Fora, Giana Andonini, conta como o programa ajuda brasileiros a se preparar e entrar em universidades do exterior.

Guilherme Soares Dias, Especial para o Estado

29 Outubro 2013 | 01h00

O que é preciso para entrar em uma universidade de ponta?

O processo considera desempenho acadêmico, engajamento fora da sala, qualidades pessoais, como liderança, e nível de inglês. Há exames, mas o resultado é só uma parte. No último ano, seis brasileiros entraram em Harvard.

Como foi a preparação?

Apoiamos quatro deles por meio do Prep Program, que orienta e prepara os candidatos. Eles ganham um mentor, uma pessoa que fez graduação fora ou é americana, que o ajuda e o apoia.

Que conselho você daria aos interessados?

Comece a se preparar cedo. O processo de admissão é holístico: é preciso ter notas e uma história pessoal interessante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.