Termina sexta etapa de formação de professores guaranis

A sexta etapa do Curso de Formação em Magistério Intercultural, que teve início no dia 11, em Governador Celso Ramos, Santa Catarina, terminou nesta quinta-feira, 28. O objetivo do programa é habilitar professores guaranis para o exercício da docência nas escolas indígenas. Esta é a primeira turma do curso que formará, em 2008, 75 professores guaranis. O nível médio foi iniciado em 2004 e tem a duração de cinco anos. Semestralmente, ocorrem encontros, em um período intensivo de aproximadamente um mês, e de volta às aldeias os alunos trabalham e estudam de forma autônoma, desenvolvendo as pesquisas da própria cultura.Há professores que já lecionam nas aldeias indígenas, mas ainda não concluíram o ensino médio, nem mesmo o fundamental. Esta é uma oportunidade de aprendizagem para formar e capacitar estes profissionais em atuação. O conteúdo ensinado na etapa que terminou nesta quinta-feira englobou disciplinas como matemática, aulas de DST/Aids ministradas pelo Ministério da Saúde, aulas de português como segunda língua, além de oficinas de fotografia, história, pesquisa e educação intercultural.O curso é resultado de uma parceria da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC), Fundação Nacional do Índio (Funai) e secretarias de Educação do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Agencia Estado,

29 de setembro de 2006 | 15h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.