Temporada de caça às vagas de trainee

O segundo semestre está cheio de oportunidades para estudantes do último ano de graduação ou recém-formados que pretendem ingressar em grandes empresas. E a porta de entrada quase sempre é o programa de trainee.?Não é a única porta para entrar em uma empresa, mas é a melhor, onde o corredor é mais curto?, opina o gerente de gente e gestão da Ambev, Márcio Fróes. A empresa oferece aos jovens talentos em formação salários na casa dos R$ 2.600. O próprio Fróes é um ex-trainee, que se formou em Engenharia Química e foi trabalhar no setor de RH.A possibilidade de conhecer áreas diferentes da formação do trainee é oferecida pela maioria dos programas. ?Durante seis meses, o trainee passa por todas as partes da empresa, inclusive acompanha as consultoras?, comenta Patricia Granizo, consultora de RH da Natura, empresa de cosméticos.Vontade de aprenderA Natura (www.natura.net) procura pessoas com bom relacionamento e comunicação, visão de futuro e vontade de aprender. A empresa oferece remuneração inicial no valor de R$ 3.105,71, transporte, alimentação, assistência médica e odontológica, convênio farmácia, seguro, berçário, descontos nos produtos e 14.º salário.Na maioria das empresas, o horário de atividades vai das 8h00 às 18h00. No Submarino, porém, o comércio eletrônico ocupa as 24 horas do dia. ?Trabalhamos em três turnos. O ritmo é puxado, mas os funcionários adoram o clima descontraído e a possibilidade de participar ativamente de decisões?, conta Cristiane Craveiro, gerente de Administração de Gente do Submarino.A empresa está realizando seu primeiro processo seletivo de trainees. ?A empresa é jovem, com equipe jovem. Buscamos pessoas flexíveis, porque a atividade é rápida, e criativas, pois boas idéias são fundamentais.?Idéias em práticaNa Unilever, um dos quesitos para conquistar a vaga que rende R$ 3.331 é saber pôr essas idéias em prática. ?O comportamento diante de desafios determina se queremos uma pessoa ou não?, conta a gerente de recrutamento da empresa, Adriana Chaves.Já o foco em resultados, será exigido daqueles que passarão 300 horas no Santander Banespa (www.santander.com.br). ?Atuarão em diversas áreas em sistema de rodízio, receberão aperfeiçoamento técnico em gestão bancária e institucional por meio de palestras?, diz Fátima Barreiras, gerente geral de RH.Em outra instituição financeira, o Banco Real (www.bancoreal.com.br), os trainees passam 12 meses desenvolvendo projetos, assistindo a palestras e conhecendo agências. ?No fim, eles não viram líderes de imediato, mas estão aptos a ocupar posições de destaque?, diz Leila Honorato, consultora de RH.Formação sólidaSilvia Gattai, coordenadora do programa da Votorantim, tem ponto de vista semelhante. ?Não prometemos que após o programa a pessoa será um líder. Para isso é preciso uma formação técnica sólida que só vem com o tempo.?Mas há grandes chances de fazer carreira. ?Hoje há ex-trainees como gerente de plantas ou no exterior.? Para entrar na Votorantim, o candidato deve ter determinação e disposição para mudanças, pois vai atuar em diversos Estados brasileiros.Na Vivo, disponibilidade para viajar e até morar em outros lugares é fundamental. ?Além de São Paulo, eles podem atuar em seis regionais, nas áreas de tecnologia, staff e negócios?, explica Rosilene Ribeiro, gerente de RH da empresa de telefonia celular. Os candidatos devem ter fluência em inglês e nível intermediário de espanhol.AlemãoCaso o inglês seja um problema, na Basf (www.basf.com.br) são aceitos candidatos que falem alemão. O programa da empresa, de 18 meses, é focado na área de formação do candidato, mas o faz conhecer as áreas afins dentro da empresa.?A visão multidisciplinar será exigida deles, além da grande capacidade de trabalhar em grupo. Cresceremos juntos?, comenta Andrea Aguiar, consultora de RH da Basf. Os candidatos devem ter, no máximo, 27 anos.Para participar do programa da Fundação Boticário, o limite é um pouco maior: 28 anos. Ligeiramente diferente dos outros, esse projeto visa a reforçar o setor de conservação da natureza e a profissionalizar as ONGs.?Os trainees vêem conteúdos pouco abordados em outros lugares e percebem na prática a dificuldade de implementar projetos nessa área?, explica a analista de projetos Ana Paula Doring. O salário varia para cada ONG, mas o mínimo é R$ 850. ?Em um ano, os trainees percebem qual é sua capacidade de atuar na sociedade.?  leia também  Programas ganham tom mais competitivo     os maiores programas de estágio & trainee  

Agencia Estado,

26 de agosto de 2004 | 13h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.