Tema da redação da Fuvest deixou candidatos inseguros

A principal dificuldade dos candidatos da Fuvest neste domingo, início de segunda fase, foi a redação, por causa do tema subjetivo: o tempo. Já as questões de português, foram consideradas simples e poucas exigiram conhecimento de literatura dos concorrentes.?Qualquer pessoa que estudou pelo menos um pouco foi bem. Estava muito fácil?, opinou Bruna Corrêa Bueno, de 16 anos, que prestou vestibular como treineira nesse ano e no próximo vai disputar uma vaga em Direito na Universidade de São Paulo (USP).Sílvia Cavalieri, de 16 anos, candidata ao curso de Direito, deixou a sala de aula no Centro Universitário Nove de Julho (Uninove), na Barra Funda, Zona Oeste, menos de três horas depois do início da prova. ?Estava mais fácil do que imaginava?, comemorou. Sílvia acredita que o tempo de prova foi suficientes para ler e reler todas as perguntas e respostas.Relação com a carreiraApesar de as questões na segunda fase serem dissertativas e não de múltipla escolha, como na primeira, o casal de namorados Natália Favrin Keri e Rafael Romanoff, ambos de 17 anos, preferiram a última etapa porque só precisam fazer as provas das disciplinas que têm relação com a carreira escolhida.Nesta segunda-feira, eles enfrentam a prova de história. ?É bem mais fácil porque fazemos a prova das matérias que temos mais facilidade?, disse Romanoff, que tenta uma vaga em Direito, enquanto a namorada sonha em ser jornalista.25,8 mil na disputaDos 29.561 aprovados na primeira fase da Fuvest, 3.695 são treineiros (que ainda não concluíram o ensino médio), o que deixa 25.866 candidatos na disputa pelas 8.927 vagas da Universidade de São Paulo (USP), Academia de Polícia Militar do Barro Branco e Santa Casa. Neste domingo todos responderam a dez questões de português e fizeram a redação. Na segunda-feira, começam as provas específicas de química ou história, de acordo com o curso escolhido.O exame segue até quinta-feira, sempre com questões dissertativas. As provas iniciam às 13h00, no mesmo local do primeiro dia.

Agencia Estado,

04 de janeiro de 2004 | 17h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.