SP recebe congresso nacional de e-Learning em abril

Setor que começou a ganhar evidência há pouco mais de três anos no Brasil, o e-Learning cresceu mais de 70% em 2002 entre as empresas nacionais. Nos Estados Unidos, os investimentos nesta modalidade de ensino (e auto-formação) à distância foram de U$ 6,6 bilhões no ano passado e podem chegar a US$ 23 bilhões até 2006, de acordo com o International Data Corporation (IDC). Esses dados ilustram o alcance do que se discutirá no 3º Congresso Brasileiro de e-Lerning, que será realizado dias 16 e 17 de abril em São Paulo, no Hotel Gran Meliá (Av. das Nações Unidas, 12559).Além das grandes cifras que o novo setor movimenta (o banco de investimentos Merril Lynch avalia que até o final deste ano, o e-Learning pode girar no mundo US$ 25 bilhões em investimentos), os participantes verão, por exemplo, que não se fala apenas em realidade, mas uma realidade próxima: ?O e-Learning vem sendo aplicado (hoje) tanto nas grandes, como nas médias e pequenas organições?, informa Francisco Antonio Soeltl, presidente da MicroPower, uma das empresas organizadoras do evento.?O setor vem crescendo no Brasil mais que 70% ao ano. A prévia com os dados que temos até o momento aponta para mais um ano de crescimento superior a 50%?, calcula.Nos últimos anos, o e-Learning foi incorporado como um meio rápido de desenvolvimento, mudança e, com as grandes demissões, recolocação profissional. O congresso deste ano vai avaliar as características de empresas que se inscreveram para um concurso. Serão premiadas as implantações mais criativas, funcionais e aquelas que ligaram suas propostas a projetos sociais, por exemplo. Os prêmios, a serem divulgados durante o congresso, deverão ser doados para instituição de apoio a deficientes visuais. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4225-7600. As inscrições para o concurso podem ser feitas no portal www.elearningbrasil.com.br/congresso/2003 .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.