SP amplia convênios com Apae no setor de educação

O governo paulista anunciou nesta quinta-feira a ampliação do número de convênios com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e entidades assitenciais. Além da renovação dos atuais 240 convênios, 26 novos foram firmados com a Secretaria de Educação do Estado. O valor da parceria será de R$ 42,5 bilhões por ano. Cerca de 31,4 mil alunos serão beneficiados com o convênio que atinge cerca de 250 municípoios paulistas. "A Apae faz um trabalho competente, dedicado, com amor ao próximo", disse o governador, após o encerramento da solenidade de assinatua do convênio.Além da parceria com a Secretaria da Educação, Alckmin lembra que a Apae também tem convênios com a Secretaria da Saúde, para assistência médica de casos graves e odontológica. Alckmin destacou ainda a criação do Cape, curso de capacitação desenvolvido na Secretaria de Educação totalmente voltado à formação de professores, pedagogos e profissionais que trabalham com portadores de necessidades especiais. O governo paulista mantém convênios com a Apae desde 1975 para promover atendimento educacional gratuito aos alunos com necessidades especiais (física, mental, auditiva, visual, múltipla ou com condutas típicas de síndromes com comprometimentos severos.

Agencia Estado,

13 de fevereiro de 2003 | 16h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.