SP alerta professores para educação física no tempo seco

Para driblar baixa umidade, aulas ocorrerão em locais cobertos e alunos serão orientados se hidratarem mais

Giovanna Montemurro, estadao.com.br

22 de julho de 2008 | 15h37

A Secretaria de Estado da Educação está orientando as escolas do Estado de São Paulo, que voltam às aulas na segunda-feira, 28, a adaptarem as aulas de educação física ao tempo seco da estação. Alunos serão preferencialmente levados para locais cobertos para as atividades, além de serem orientados a respirar de maneira correta e se hidratar com freqüência.  Veja também:  Após mais de um mês sem chuva, SP deve ter garoa na quinta É o que explica Sérgio Roberto Silveira, técnico de educação física da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas (Cenp). "Orientamos as escolas a saírem das quadras e levarem os alunos para locais como jardins, pátios ou ginásios, até a própria sala de aula é uma alternativa para dias mais críticos." Os alunos serão orientados para fazerem atividades de moderada a leve. O professor deverá pedir que levem garrafas de água e se vistam de maneira adequada para as aulas, disse Silveira. Além disso, os alunos deverão prestar atenção na respiração e fazer mais pausas. "Se a quadra for o único local disponível, ela deverá ser usada com cautela, principalmente entre as 11h e as 15h30, quando o sol é mais forte.  "A aula de educação física não serve só para que o aluno faça a atividade física, mas serve para que ele aprenda a aprender sobre ela, entender como se exercitar de maneira correta", finalizou Silveira.

Tudo o que sabemos sobre:
educaçãosaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.