Soraya Smaili toma posse da reitoria da Unifesp

Nova reitoria promete providenciar condições de infraestrutura e espaços físicos adequados

Paulo Saldaña, de O Estado de São Paulo,

26 de fevereiro de 2013 | 10h53

A professora Soraya Smaili tomou posse da reitoria da Unifesp na manhã desta terça-feira, 26, em solenidade ocorrida no câmpus de São Paulo, na zona sul da capital. A professora é a primeira mulher e não médica a ocupar o cargo.

Soraya substitui o professor Walter Albertoni, que ocupava a reitoria desde 2009. Em seu discuso de posse, ela agradeceu a transição harmônica e dialogada com a antiga gestão. "Nossa administração será marcada pela escuta, pelo diálogo e pela resposta concreta", disse.

A nova reitora assume a Unifesp com 9 mil estudantes, divididos por 6 câmpus, muitos dos quais com desafios de infraestrutura como é o caso de Guarulhos. Soraya, entretanto, promete providenciar condições de infraestrutura e espaços físicos adequados.

Como meta para seus 100 primeiros dias no cargo, ela ressaltou que vai promover uma reforma no setor administrativo, de modo a permitir  a descentralização administrativa e orçamentária, transparência e também capacidade de gestão financeira. Soraya afirma ainda que pretende aumentar a visibilidade e representatividade dos diferentes segmentos e campos de conhecimento da universidade.

A nova reitoria venceu a eleição no final do ano passado com uma chapa que surgiu do movimento 'Unifesp Plural e Democrática', que reuniu professores, servidores e alunos. No pleito estavam também outros dois candidatos.

Soraya é formada em Farmácia-Bioquímica pela USP e mestre, doutora e livre docente em Farmacologia pela Unifesp. A nova reitora possui também pós-doc em Biologia Celular na Universidade Thomas Jefferson, na Filadélfia, e outro em Neurociência e Morte Celular no Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, em Bethesda (Maryland)

Docente desde 1992, a reitora já foi diretora do Sindicato Nacional dos Professores (Andes), além de presidente da Associação dos Docentes da Unifesp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.