Sociólogo Francisco de Oliveira faz aula na reitoria da USP em apoio à ocupação

Ontem, professor da Escola de Comunicação e Artes Luiz Renato Martins fez o mesmo

Carlos Lordelo, Estadão.edu

09 Junho 2010 | 12h16

O professor aposentado de Ciências Sociais da USP Francisco de Oliveira da aula na tarde desta quarta-feira dentro do prédio da reitoria, ocupado desde terça-feira (8) por servidores grevistas. A aula é um gesto de apoio ao movimento - a exemplo do que fez ontem o professor da Escola de Comunicação e Artes (ECA) Luiz Renato Martins.

 

 

Chico de Oliveira, como é conhecido, faz sua exposição não só aos alunos, mas também aos grevistas. Oliveira apresentou seu nome para disputar o cargo de reitor com João Grandino Rodas no ano passado, mas pelo estatuto da USP não poderia ser eleito por já ser aposentado. O sociólogo é um dos fundadores do PT, partido que já abandonou.

 

 

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp), cerca de 150 funcionários e alunos passaram a noite no prédio. Durante a noite, os servidores promoveram atividade culturais para arrecadar um fundo de greve. O rapper B Negão fez uma apresentação.

 

 

A greve foi iniciada no dia 5 de maio para reivindicar isonomia entre os reajustes dos servidores (em fevereiro, apenas os professores da universidade tiveram 6% de aumento). A ocupação da reitoria foi uma resposta ao corte de salário de cerca de mil funcionários que estão em greve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.