DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO

Só 1,6% das instituições de ensino superior têm nota máxima em avaliação federal

Das mais de 2 mil faculdades do País, apenas 34 tiveram nota 5 em avaliação do Ministério da Educação

O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2018 | 14h07

SÃO PAULO - Apenas 1,6% das instituições de ensino superior do Brasil têm nota máxima no indicador de qualidade do Ministério da Educação (MEC). O País tem 2.066 faculdades e apenas 35 delas conseguiram atingir nota cinco, conceito máximo do Índice Geral de Cursos (IGC). Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 18, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). 

Os dados são referentes a 2017. A avaliação observa quatro dimensões da qualidade dos cursos - todos os indicadores de qualidade do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes) são expressos em uma escala de 1 a 5, sendo 5 a nota máxima e as notas 1 e 2 consideradas "insuficientes". 

Das 278 instituições de ensino que obtiveram notas consideradas insuficientes, nove são públicas (sendo oito municipais e uma estadual). O restante são instituições particulares. 

O Sinaes, em vigor desde 2004, constroi indicadores destinados a proporcionar um panorama da qualidade dos cursos e instituições de ensino. Os indicadores servem como base para a supervisão e regulação do setor pelo MEC. 

Veja a lista completa dos cursos avaliados e das instituições


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.