Site da CEF é a primeira barreira para crédito educativo

O primeiro obstáculo para conseguir uma vaga no Financiamento Estudantil (Fies), programa que financiará os estudos de mais 70 mil universitários brasileiros a partir deste ano, não é estar dentro do rigoroso perfil exigido pelo governo federal. É conseguir entrar no site do programa e fazer a inscrição.Desde o primeiro dia do cadastro, na segunda-feira, a página do Fies na internet passou praticamente o tempo todo fora do ar. Nesta terça, o usuário continuava tendo dificuldades, ora com o tempo para abrir a página principal, ora com a total indisponibilidade do site. Muitos dos que acessaram o endereço http://fies.caixa.gov.br, encontraram a seguinte mensagem: "Prezado Cliente, o sistema encontra-se temporariamente indisponível, em função de excesso de usuários logados simultaneamente. Aguarde alguns minutos e tente de novo. Agradecemos a compreensão. Equipe Fies."Reforço dos servidoresMas não bastava esperar alguns minutos. O site ficou horas inacessível. De acordo com a assessoria do programa, a página saiu do ar por causa do congestionamento mas a Caixa Econômica Federal, responsável pela operação do processo seletivo, já estaria providenciando reforço dos servidores.Estudante do 1.º ano de veterinária, Vivian Marques Massarotto, de 20 anos, achou que o problema fosse no seu computador. "Por volta das 11h00 (de segunda-feira), tentei abrir a página para me inscrever e não consegui. Pensei que fosse alguma coisa na minha máquina", conta.Vivian afirma que precisa do financiamento para continuar a faculdade. "Se não conseguir, terei de parar de estudar. Mas nem a inscrição pude fazer", diz. "O governo já demora para abrir o cadastro do Fies e, quando abre, não funciona. Assim fica difícil tentar uma vaga."Só via internetPara o segundo semestre, o programa tem R$ 1,9 bilhão à disposição e, com esse recurso, está abrindo 70 mil novas vagas. As bolsas cobrem até 70% do valor das mensalidades e a taxa de juros é de 9% ao ano. As inscrições podem ser feitas até 22 de agosto, mas o problema é que elas só podem ser feitas por meio do site da CEF.As instituições de ensino devem oferecer acesso à internet para os interessados e precisam ter se cadastrado para que os estudantes possam fazer a inscrição. Segundo a assessoria do Fies, a maioria das instituições está cadastrada. Mas os alunos daquelas que tiraram três conceitos D ou E nas últimas edições do Provão não têm direito ao financiamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.