Sisu fez crescer abstenção na Unicamp, diz coordenador do vestibular

Abstenção foi de 10,7% no primeiro dia da 2.ª fase do concurso; número é maior que o registrado em 2011

Rose Mary de Souza, especial para o Estadão.edu,

15 Janeiro 2012 | 18h33

CAMPINAS - A abstenção no primeiro dia da segunda fase do vestibular da Unicamp foi de 10,66%. Dos 16.665 candidatos esperados para o exame neste domingo, 1.777 não compareceram. O número é maior que o registrado no ano passado, quando 8% dos estudantes classificados faltaram à primeira prova.

 

O coordenador executivo da comissão organizadora do vestibular, Maurício Kleinke, atribuiu o aumento da abstenção à divulgação antecipada do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), publicado na última sexta-feira.

 

Tanto é que a cidade onde houve o maior índice de faltosos foi Fortaleza. Dos 178 estudantes esperados pela organização, 48 não compareceram (abstenção de 26,97%). Todas as vagas da Universidade Federal do Ceará (UFC) são preenchidas pelo Sisu, o que pode ter desestimulado estudantes aprovados a continuar na disputa por uma cadeira na Unicamp.

 

Hoje os candidatos responderam a 12 questões de língua portuguesa e literatura e a outras 12 de matemática.

 

A Unicamp proíbe o porte de celular nos locais de prova. Na primeira fase 50 candidatos foram eliminados por desobedecer o edital, mas hoje não houve casos semelhantes. "O susto foi importante para os alunos evitarem correr o risco", disse Kleinke.

 

Segundo o coordenador, a prova de português procurou "discutir o cotidiano" e a de matemática teve questões sobre temas trabalhados no ensino médio.

 

A segunda fase continua amanhã, com as provas de ciências humanas e artes e de língua inglesa. Na terça-feira, último dia do vestibular, caem perguntas sobre as ciências da natureza.

 

Os candidatos concorrem a 3.444 vagas em 66 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp). / COLABOROU CARLOS LORDELO, DO ESTADÃO.EDU

 

* Atualizada às 19h50

Mais conteúdo sobre:
UnicampVestibular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.