Simulado de colégio do CE teve 9 questões idênticas às do Enem

Alunos do Colégio Christus podem ter de refazer o Enem, diz MEC

Cedê Silva, Especial para o Estadão.edu

26 Outubro 2011 | 10h31

Contendo dez fotos, um álbum aberto ao público no Facebook tem gerado grande controvérsia nas redes sociais desde a noite de terça-feira, 25. As imagens, publicadas por uma conta de nome "Caio Cipriano", mostrariam questões de um simulado do Colégio Christus, de Fortaleza, idênticas a algumas das perguntas do Enem 2011, aplicado no fim de semana. Supostamente, o simulado circulou entre alunos da escola antes da prova.

O suposto simulado que aparece nas fotos não tem data nem logomarca de nenhum colégio. O álbum foi publicado no Facebook no começo da noite de terça. Perguntado sobre se o Christus publica materiais sem logomarca, o diretor da escola, David Rocha, disse que soltaria uma segunda nota à imprensa nesta quarta-feira.

Diz um trecho da nota, publicada pouco depois das 15h: "como há o pré-teste de questões utilizadas no Enem, existe a possibilidade de que essas questões caiam no domínio público antes da realização oficial do exame, as quais eventualmente podem compor o banco de dados de professores e de outros profissionais da área de educação". Leia a nota do Colégio Christus na íntegra.

Na noite de ontem, o Colégio Christus publicou a seguinte mensagem no Facebook: "[u]ma Instituição de Ensino que tenha profundo conhecimento da TRI - Teoria da Resposta ao Item - e possua vasto banco de questões fornecidas por professores, por ex-alunos e pela conversão de questões do estilo clássico para estilo ENEM poderá ter boa margem de acertos nas avaliações do ENEM e em outros vestibulares. O Colégio Christus, há vários anos, tem registrado altos índices de acertos em questões de vestibulares, o que é de conhecimento de todos".

Refazendo o teste

O Ministério da Educação acionou a Polícia Federal para investigar a suspeita. O MEC fez uma investigação e garantiu que não houve vazamento da prova. Com isso, a hipótese é de que o colégio tenha tido acesso a questões do pré-teste. 

No limite, dependendo dos resultados da PF, 639 alunos do Christus que prestaram o Enem podem ter a prova cancelada e serão obrigados a fazer novo exame nos dias 28 e 29 de novembro, quando o Enem é aplicado a presidiários e internos de unidades socioeducativas. Ainda segundo o MEC, o diretor da escola corre risco de prisão.

Todas as questões do Enem são testadas previamente em um grupo reduzido de estudantes, para determinar o grau de dificuldade. O pré-teste foi aplicado no ano passado em diferentes Estados, inclusive no Ceará. 

O MEC monitora desde sábado o tráfego nas redes sociais e notou que havia atividade acima do normal em Fortaleza. Para o ministério, das 14 questões divulgadas no Facebook, 9 são idênticas às do Enem, 1 é "similar", e as outras 4 não se parecem com às da prova.

O procurador Oscar Costa Filho, do MPF no Ceará, já tem em mãos uma cópia do simulado do Colégio Christus, e pretende pedir esclarecimentos ao MEC.  / COLABOROU CARLOS LORDELO

* Atualizado às 15h20

Mais conteúdo sobre:
Enem Enem 2011 Facebook Fortaleza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.