Servidores de federais devem encerrar greve

Os servidores das universidades federais devem aceitar a última proposta do governo e encerrar a greve, que já dura mais de 50 dias. O comando de greve decidiu, na segunda-feira, recomendar a volta ao trabalho nas 40 instituições paradas, o que deve acontecer até o início da semana que vem.Já, com os professores, a situação continua complicada. O sindicato da categoria enviou também na segunda-feira às associações de docentes uma carta com críticas ao governo e recomendando a manutenção da greve, apesar de só 14 instituições terem realmente parado.Após 12 rodadas de negociações, o governo decidiu manter os reajustes - entre 10,15% e 34,91% - independentemente da aceitação. "Os professores, já está solucionado. Foi editada a medida provisória. Foi uma extraordinária conquista da categoria e o sindicato pode apresentar como uma vitória", disse o ministro da Educação, Tarso Genro.O ministro afirmou que a proposta é a melhor dos últimos anos, mas não comentou a posição do sindicato. Na semana passada, o MEC ameaçou cortar o ponto dos professores que não encerrassem a greve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.