Sensor ´anticola´ vigia exame de pós-graduação na China

O governo da capital chinesa instalará uma série de detectores de aparelhos eletrônicos para evitar que os estudantes "colem" as respostas durante os exames de acesso aos cursos de pós-graduação neste fim de semana, informou a agência estatal Xinhua.As autoridades da cidade instalarão detectores de sinais de telecomunicações, para evitar que os alunos utilizem fones sem fio para receber as respostas através de telefones celulares.As autoridades proibirão também o acesso aos locais de exames com telefones celulares e reprodutores de MP3.A expectativa é de que mais de 90 mil candidatos façam a prova na capital. Em todo o país, serão mais de 1,28 milhão.Nos últimos anos, as provas de seleção na China têm sido relacionadas com diversos escândalos, como o vazamento de gabaritos e pessoas que se faziam passar por outras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.